ÚLTIMAS

Wilson Lima determina que secretários cortem ainda mais os gastos


Em reunião com o secretariado hoje, 26 de julho, o governador Wilson Lima determinou que todos apertem ainda mais o cinto e que eles apresentem, até a semana que vem, um plano para mostrar de que forma vão cortar gastos. “Não quero redução de serviços para a população, quero redução de custos”, disse ele depois de alertar que a situação financeira do Estado é grave e que é preciso que todos façam a sua parte.

A reunião foi no auditório da sede do Governo, no bairro Compensa II, com a presença de todos os secretários e demais dirigentes dos órgãos do Estado. O secretário de Fazenda, Alex Del Giglio, disse que, apesar de todo o esforço que o Governo tem feito, ainda é preciso economizar mais. Segundo ele, desde 2018, a folha de pagamento do Estado só cresce, sem que se tenha receita para pagar as despesas. Saiu de R$ 428 milhões em janeiro ara R$ 502 milhões em junho de 2018. Em janeiro de 2019 chegou a R$ 598 milhões e em junho passado alcançou R$ 630 milhões, mesmo sem um crescimento do número de servidores,

A receita do Estado não acompanhou o aumento dos gastos com pessoal. De janeiro a junho de 2019, a receita total realizada pelo Governo do Amazonas foi R$ 151 milhões menor que a do mesmo período de 2018, segundo o portal da Transparência.

“Eu estou aqui com uma missão, que é entregar um Estado que cuide do dinheiro público com responsabilidade e mais eficiência. Só vale a pena estar aqui se formos um divisor de águas entre o passado e o futuro, entre o velho e o novo. Foi por isso que eu fui eleito e eu confio que vocês irão me ajudar a fazer essa mudança. Eu sou um cidadão comum e a população que me elegeu viu em mim a possibilidade de construir uma nova história no Estado e eu estou colocando a minha vida nisso”, disse Wilson Lima a seus secretários.

*Foto:* Roberto Carlos

Nenhum comentário