ÚLTIMAS

Festa do Rodeio de Apuí agora é patrimônio cultural imaterial do Amazonas


Por unanimidade, a Assembleia Legislativa aprovou, na manhã desta terça-feira (15), projeto de lei de autoria do deputado Belarmino Lins (PP) que transformou a Festa do Rodeio do município de Apuí  em Patrimônio Cultural de Natureza Imaterial do Estado do Amazonas.
Segundo o parlamentar, o ato da Aleam “faz justiça e valoriza um evento que anualmente atrai verdadeiras multidões de turistas a Apuí, é com certeza um dos maiores eventos folclóricos e culturais do Norte e Nordeste do País, similar à festa do rodeio de Barretos, São Paulo, famosa no mundo inteiro”.

Assentado em uma área de 54 239,904 km² e com uma população estimada em 21.583 habitantes, conforme números aferidos em 2018 do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), Apuí, localizado no Vale do Rio Madeira, região Sul do Estado do Amazonas, desponta como um dos municípios mais prósperos do Norte brasileiro.
De acordo com Belarmino, o município possui grande potencial agropecuário, com um rebanho estimado em mais de 100 mil cabeças de gado, e a produção de oito mil sacas de café/ano. Ele afirma que o reconhecimento da Festa do Rodeio como patrimônio cultural imaterial fortalecerá o turismo como uma alternativa econômica a mais para Apuí cujo rodeio passará a constar do Calendário Turístico do Estado.

O rodeio do município, com as competições entre peões (Vaquejada, Tiro de Laço, Prova do Couro, Prova dos Três Tambores e outras), repleto de atrações musicais e exibindo sempre uma gastronomia bastante variada, mobiliza multidões de turistas procedentes das cidades circunvizinhas, situadas na região, e, mesmo, do Estado de Rondônia, que para ali acorrem no mês de setembro de cada ano para prestigiar a realização da EXPOAP (Exposição agropecuária de Apuí).


Deputado Estadual Belarmino Lins – PP

Nenhum comentário