ÚLTIMAS

Amazonas é o primeiro Estado a formar especialistas em gestão jurídica do País



O Estado do Amazonas ganhou os primeiros 24 especialistas em Gestão Jurídica do País no último dia 16 de dezembro. A turma, composta por advogados e bacharéis em Direito, concluiu o MBA em Gestão Jurídica e agora deve espalhar os conhecimentos pelo setor no Amazonas, conferindo mais agilidade às práticas jurídicas na região Norte.

Oferecido pelo Instituto de Pós-Graduação e Graduação (IPOG) em diversas cidades brasileiras ao longo de 20 meses, o MBA em Gestão Jurídica tem como objetivo capacitar profissionais para o domínio de conceitos essenciais de gestão e inovação na área jurídica, tendo como foco a atuação em escritórios de advocacia, departamentos jurídicos, consultorias jurídicas e outras organizações ligadas ao Direito, como os órgãos do Poder Judiciário.

Para a coordenadora nacional do MBA, Ísis Fontenele, é de suma importância que o advogado adquira competências de gestão e possa se destacar no atual cenário jurídico. “A advocacia amazonense, com a formação dos primeiros gestores jurídicos do País, sai na frente, com profissionais que buscam cada vez mais excelência”, ressalta Fontenele, que é Consultora Organizacional em estratégia e gestão de pessoas para Escritórios e Departamentos Jurídicos e autora do livro ‘Gestão da Cultura na Advocacia: Mudança, ações eficazes e espírito empreendedor’. 

Com os atuais gestores jurídicos formados em Manaus, os escritórios e departamentos jurídicos locais serão levados a outro patamar. A maior assertividade e implementação do conhecimento e técnicas de gestão jurídica permitem que os profissionais locais estejam preparados para o novo modelo de relação econômica e social proporcionado pela transformação digital. 

A expectativa agora é que os órgãos do poder judiciário absorvam, aos poucos, esta nova realidade e os gestores jurídicos recém-formados, atendendo a sociedade com mais eficiência e proporcionando maior celeridade na solução de conflitos, redução de despesas, maior assertividade e predição, além da implementação de inovações do setor. O mesmo se aplica aos Tribunais de Contas.

Segundo o presidente da Comissão de Direito Digital, Startup e Inovação da Ordem dos Advogados do Brasil Seccional Amazonas (OAB-AM), Aldo Evangelista, a formação da primeira turma no nosso Estado representa o pioneirismo na busca pela inovação jurídica por parte dos profissionais amazonenses. 

“Manaus se estabelece como um hub de inovação jurídica na região Norte, com os novos gestores jurídicos, além de possuir 5 lawtechs segundo o radar da Associação Brasileira de Lawtechs e Legaltechs (AB2L), encontros mensais sobre temas relacionados à inovação e transformação digital na área jurídica, entre outros eventos, além de comissões da OAB-AM que tratam especificamente de temas sobre direito digital, empreendedorismo e gestão jurídica. A advocacia não é mais para amadores, mas para profissionais com conhecimento de gestão Jurídica”, afirma Evangelista, que também foi aluno do MBA. “O Amazonas sai na frente com a atuação dos especialistas recém-formados na região”, completa. 

MBA em Gestão Jurídica
Entre os assuntos abordados no MBA em Gestão Jurídica do IPOG, destacam-se a gestão e liderança das organizações, gestão de pessoas e formação de equipes de alta performance, planejamento e modelo de negócio, marketing jurídico, coaching jurídico, inovação jurídica e lawtechs, contabilidade jurídica, precificação de honorários e custo com processos, conciliação, mediação e arbitragem de conflitos,  controladoria jurídica, governança e compliance, redação e oratória jurídica, gestão financeira jurídica e cultura organizacional.
A próxima turma inicia em 2020, será de 12 meses de duração, com novo formato as aulas serão presenciais e on-line.

Nenhum comentário