ÚLTIMAS

Polícia faz alerta contra fake news de sequestros de crianças

A Polícia Civil alerta a população sobre as fake news de sequestros de crianças em Manaus e informa que o único caso registado é de Erlon Gabriel, de dois anos, que está há sete dias desaparecido. A última vez que foi visto ele brincava em frente a sua casa, na Rua 7 da comunidade União da Vitória, no bairro Tarumã-Açú, zona oeste.
De acordo com a delegada Joyce Coelho, titular da Delegacia Especializada em Proteção à Criança e ao Adolescente (Depca), há muito mistério em torno do caso Erlon e não há confirmação sobre a suspeita de um possível sequestro.
“Vamos acionar novamente a equipe do CipCães para fazer uma varredura na área de mata próxima a um igarapé para verificar se há indícios da criança”, disse.
A delegada reforçou que o único caso que está sendo investigado pela especializada é o de Erlon e que não há motivos para a população ficar em pânico com as fake news que divulgavam sobre um carro preto que estava tentando sequestrar crianças na capital.
“O interessante é que não houve sequer um boletim de ocorrência registrado sobre sequestros de pessoas, não sei por qual motivação compartilharam nas redes sociais que se tratava de sequestro. Esse é um crime grave. Em qualquer momento, se a criança que for sequestrada ou a pessoa for achada, ocasiona em prisão em flagrante. E nos dois casos, dos dois últimos dias, a gente não ouviu falar, cadê os sequestradores, cadê as pessoas. Então isso só serve para causar pânico na população”, relatou a titular da Depca.
Ainda segundo a delegada, a equipe da especializada realizou investigações sobre os casos divulgados nas redes sociais e constatou que não se tratavam de sequestro. Um deles era de dois meninos que decidiram matar aula e passear no shopping, e o outro foi da menina de 9 anos, moradora do bairro colônia Aleixo.
“Essa é uma criança que sofria abusos familiares e tem reincidentes passagens tanto na delegacia especializada quanto em abrigos locais. Ela foge de casa porque vive em uma situação de exploração sexual e trabalho infantil”, explicou a delegada.
Segundo relatado por Joyce Coelho, essa criança de 9 anos não sabe ler e vivia nos sinais pedindo dinheiro para comprar material escolar. A equipe da Depca a realocou em um abrigo definitivo por não ter mais condições de permanecer no bairro em que vive com a família.
“A investigações nesse sentido vai continuar, mas a criança já está em segurança e será providenciado o ano letivo dessa criança”, explicou.
Foto:G Globo
https://d24am.com/amazonas/policia/policia-faz-alerta-contra-fake-news-de-sequestros-de-criancas/

Nenhum comentário