ÚLTIMAS

LA CASA DE PAPEL: ATORES COMENTAM SOBRE 4ª TEMPORADA

Em entrevista ao Hugo Gloss, os atores da série espanhola Esther Acebo (Mónica Gaztambide), Alba Flores (Nairóbi), Darko Peric (Helsinki), Pedro Alonso (Berlim) e Rodrigo de La Serna (Palermo), comentaram suas perspectivas e experiências sobre a 4ª temporada de La Casa de Papel.

O início da entrevista se deu com um questionamento para Alba Flores sobre sua personagem, Nairóbi, que foi gravemente ferida no final de La Casa de Papel 3. Com receio, a atriz respondeu que sua personagem não se encontra em bons lençóis.
Vivíssima é uma palavra muito forte… Nairóbi vai passar por um calvário. O público vai sofrer muito com essa personagem, com outros também, mas acredito que nessa temporada teremos uma pincelada de otimismo, de outro ponto de vista. Teremos algo de Nairóbi que nunca havíamos visto e acho que isso vai surpreender.
 COMENTOU A INTÉRPRETE DA PERSONAGEM EM ENTREVISTA AO HUGO GLOSS
Alba Flores ainda fala sobre sobre a perspectiva do filho de Nairóbi a ver naquele estado.
Acho que a grande ferida não é o tiro desse final, a verdadeira ferida é o fato de seu filho a ver assim.
CONTINUA A ATRIZ.
 Para Darko Peric, o questionamento foi sobre suas paixões. Nas últimas temporadas, descobrimos que Helsink é apaixonado por Nairóbi mas, como ela o rejeita amorosamente, o personagem inicia um romance físico com Palermo, que até então foi mostrado pela série como um relacionamento de “sexo sem compromisso”. Vale lembrar que o trailer de La Casa de Papel 4 mostra Helsinki sendo enforcado. Seria o seu fim?
O coração dele já está dividido porque uma parte está ligada à Nairóbi e outra está com Palermo e os dois não se dão bem. Essas coisas acontecem na vida real também.
CONTA DARKO PERIC EM ENTREVISTA.
Esther Acebo contou sobre como Mónica se vê naquela situação, sendo que nas duas primeiras temporadas a personagem foi feita refém e, após se apaixonar por Denver, se juntou ao time dos ladrões. Após se tornar ladra, a personagem adotou o nome “Estocolmo”, que se refere a “Síndrome de Estocolmo”, que é quando uma refém se apaixona por seu redentor.
Para Estocolmo é uma situação difícil porque ela nunca pensou em ser uma ladra, mas acredito que ela fez o que considerava justo, porque quando pegam o Rio e o torturam ela sabe que tem que fazer isso, porque eles são uma família e se ajudam.
Os personagens de La Casa de Papel admitiram não terem assistido a 4ª temporada da série ainda, mesmo após a finalização das gravações, o elenco só verá a produção quando houver a estréia na Netflix. O ator Pedro Alonso, o Berlim, também elogiou a breve participação de Neymar em La Casa de Papel:
Algo em comum entre as nossas profissões, que me interessa muito, é como resistimos à pressão. Neymar é jovem, mas está acostumado a carregar uma pressão inusitada nos ombros. Como profissional, ele foi absolutamente impecável, achei ele muito bom.
CONTOU PEDRO ALONSO
Por fim, os atores Rodrigo de La Serna e Pedro Alonso comentaram o que os fãs devem esperar da 4ª temporada de La Casa de Papel.
É uma guerra mundial! Se prepare. Um choque de duas mentes
DISSE RODRIGO DE LA SERNA.
Não posso dizer muita coisa, mas foi selvagem! O que trabalhamos em nossa trama foi realmente muito forte.
FINALIZOU BERLIM.

 https://falauniversidades.com.br/la-casa-de-papel-atores-comentam-sobre-4-temporada/

Nenhum comentário