ÚLTIMAS

Família adota cadela durante isolamento social e dá nome de Quarentena

Donos do animal são de Jundiaí (SP) e escolheram o nome para simbolizar a alegria que a cadelinha levou para a família durante a pandemia de coronavírus.

Quarentena. Além de uma medida para combater o coronavírus, este foi o nome dado a uma cadelinha adotada por uma família de Jundiaí (SP) durante o período de isolamento social.
Ao G1, os donos do animal, Thiago Calheiro Costa e Marisa Mara Silva Lima Calheiro Costa, contaram que a família já tinha interesse em adotar um cachorro, mas o desejo cresceu durante a quarentena por conta do coronavírus.
"Já tivemos um cãozinho, que morreu em 2016. Desde então, estamos tomando coragem para ter um outro cachorrinho, porque a gente trata que nem filho. Temos duas crianças pequenas e, como a nossa filha mais nova acabou de fazer 2 anos, pensamos que é um bom momento. Seria a hora de termos um filho cachorro", diz Marisa.

Assim, a família ficou sabendo da cachorrinha através de uma publicação nas redes sociais e, com isso, decidiu ir até o abrigo para adotá-la.

"Quando bati o olho, já sabia que a Quarentena tinha que ser nossa. Estávamos receosos por ela já ter uma certa idade, mas fomos super surpreendidos positivamente", comenta Marisa.

O nome da cadelinha no abrigo era Princesa, mas, devido à situação, a família escolheu batizá-la como Quarentena para simbolizar a alegria que o animal levou a eles durante o período de isolamento social.
"A primeira coisa que veio na cabeça foi o nome. A gente sabe o quanto ela sofreu e, pelo momento que estamos passando dificuldade, incerteza e pelo próprio medo, batizamos de Quarentena para lembrar que ela veio para trazer alegria", explica.

"A gente não imaginava a repercussão que o nome dela ia dar. Deixamos um pouco mais leve esse momento e simbolizamos a alegria que vem do cachorro", afirma Thiago.

"Foi uma comemoração e um brinde, porque a gente sabe a alegria que a Quarentena trouxe para o lar", completa Marisa.
Além da Quarentena, outros animais também estavam disponíveis para adoção na ONG Pracinha dos Dogs. Até mesmo os filhotes da cadelinha ainda aguardam um lar.
Atualmente, Quarentena está saudável e se adaptando à nova casa, nova família e nova vida que ganhou. "Parece que, desde que chegou, ela já sentia que estava no lar, na família dela. Alegria e contentamento, brincando o tempo todo. Ela se identificou aqui, um lar dela e para ela", conclui Thiago.

Nenhum comentário