ÚLTIMAS

Hospital de Campanha de São Paulo vai custar R$ 35 milhões, em Rio Grande do Norte R$ 37 milhões e no Amazonas o aluguel por 3 meses custará R$ 2,6 milhões

Hospital de campanha do Governo de SP vai custar R$ 35 milhões e não R$ 8 mi, como se tem visto nas redes sociais

Foto: Anderson Lira/Estadão Conteúdo
Pelas redes sociais tem se espalhado uma informação de que o Hospital de Campanha erguido pelo Governo de São Paulo dentro do estádio do Pacaembu custaria R$ 8 milhões para 2 mil leitos.
Tal informação repercutiu fortemente aqui no Rio Grande do Norte, quando o governo local anunciou que o valor para levantar um hospital na Arena das Dunas que vai atender infectados pelo coronavírus custará R$ 37 milhões, quase cinco vezes mais.
Porém, não é bem assim. Os R$ 8,2 milhões tão citados, na verdade foram um adiantamento para empresa Progen implantar as estruturas físicas nos complexos do Anhembi e Pacaembu, na capital paulista.
Além disso, o valor total do contrato assinado pelo Governo de São Paulo é de R$ 35 milhões. Valor referente a montagem dos complexos do Pacaembu, com 200 leitos e do Anhembi, com 1.800 leitos. Não é para o serviço total que inclui ainda outras demandas.
Profissionais, equipamentos e insumos do hospital de campanha em São Paulo erguido no Pacaembu (193 leitos de enfermaria e 8 de estabilização) foram contratados junto ao Hospital Albert Einstein, ao custo de R$ 20 milhões (imagem abaixo), valor estimado. Para efeito comparativo, na Arena das Dunas são 53 leitos de UTI, 45 de retaguarda e dois de isolamento.
Resumindo, não procede que São Paulo gastou apenas R$ 8 milhões para fazer hospital de campanha com 2 mil leitos. O número de leitos lá é superior aos do Rio Grande do Norte e os valores também. Além disso, os serviços propostos possuem perfis diferentes.
*Com informações do Blog do Barreto

Nenhum comentário