ÚLTIMAS

Marcela fala sobre abusos sofridos e diz: 'Tudo bem ser feminista e errar'







 Marcela McGowen, participante do BBB 20, discorreu hoje no Twitter sobre o que a torna feminista depois de ser acusada no Twitter de ser uma "feminista seletiva". A médica listou assédios e abusos que sofreu ao longo da vida e disse que errou em alguns momentos de sua participação no BBB, o que não a tornaria menos feminista.

 Um seguidor no Twitter atacou a médica por ela ter, supostamente, trocado a amiga Gizelly Bicalho por Daniel Lenhardt, no BBB. "Se o feminismo não é antirracista, ele não vale nada! Aprenda!", atacou a pessoa.

 "Meu feminismo está onde e como eu contribuo com a vida de outras mulheres , não em escolhas de afinidades dentro de um jogo. E mulheres, tudo bem ser feminista e errar, tá?", escreveu Marcela.

 "Eu sou feminista e me apaixonei em um jogo, com vínculos feitos há menos de um mês, em um contexto que exigia escolhas, e eu escolhi com quem eu mais estava conectada (e sempre deixei claro que a prioridade máxima era Gi)".

 "Eu sou feminista e já vivi uma relação abusiva, eu sou feminista e já fui embora chorando sem me defender quando um homem gritou comigo no trabalho, eu sou feminista e alguns anos atrás fui abusada sexualmente e não denunciei ."

 Marcela destacou, ainda, a impoertância de "não incentivar a rivalidade entre mulheres", valorizando a união em torno de causas.





Fonte: Portal UOL
Foto: Divulgação

Nenhum comentário