ÚLTIMAS

CODESE TEM NOVO PRESIDENTE ; Euler Guimarães assumirá a entidade

Na 8ͣª reunião plenária do Conselho de Desenvolvimento Econômico, Sustentável e Estratégico de Manaus (CODESE Manaus), ocorrida nesta segunda-feira (25),  o presidente da entidade, empresário Romero Reis, pediu AFASTAMENTO do cargo para se dedicar a um projeto pessoal, a disputa eleitoral para ocupar o cargo de prefeito da cidade de Manaus.

Embora o estatuto da entidade não contenha regras que proíba a continuidade na função de presidente durante o período de disputa eleitoral, Romero Reis decidiu pelo afastamento para não prejudicar os projetos desenvolvidos pelo CODESE e para ter mais tempo livre para cuidar de seu plano de governo.

“Como todos sabem, o CODESE é uma entidade que não tem fins lucrativos nem vínculo político-partidário. Fiquei sabendo que havia sido aprovado como pré-candidato do NOVO para disputar o cargo de prefeito de Manaus no momento em que me preparava para tomar posse no CODESE, no dia 17 de janeiro. Não poderia deixar de dar continuidade ao trabalho excelente executado pelo primeiro presidente da instituição, Antonio Azevedo. Fico muito feliz que a frente desta organização administrada por voluntários tenhamos conseguido tocar tantos projetos vitoriosos como a Feira do Polo Digital e a campanha Manaus Mais Humana. Irei me licenciar do CODESE para que o trabalho continue sem mácula, desejando sucesso ao meu vice-presidente, que agora assume a presidência”, agradeceu Romero Reis.

O cargo de presidente será ocupado pelo administrador de empresas, Euler Guimarães Menezes de Souza e a vice-presidência pelo membro do conselho deliberativo Antônio Azevedo. “Eu me sinto confortável e tranquilo porque conto com o apoio de todos. O CODESE não é uma corrida, mas uma verdadeira maratona de atividades. Temos muitos desafios a superar. A desburocratização é um deles. Dentre nossas ações futuras, no início de junho deveremos participar de uma missão digital para conhecer o exemplo da Estônia (pequeno país europeu), que se tornou referência em administração pública digital. Ao Romero desejo vitória em seus novos projetos. As portas do CODESE estão abertas”, afirmou Euler Guimarães.

Participaram da reunião plenária representantes das entidades que compõem o CODESE Manaus: Associação Brasileira de Agências de Viagens do Amazonas (ABAV), Associação Brasileira de Bares e Restaurantes (Abrasel), Associação das Empresas do Mercado Imobiliário do Amazonas (Ademi-AM), Associação de Delegados de Polícia do Estado do Amazonas (Adepol-AM), Câmara de Dirigentes Lojistas de Manaus (CDL Manaus), Conselho Regional de Economia do Amazonas (Corecon-AM), Conselho Regional de Administração do Amazonas (CRA-AM), Conselho Regional de Contabilidade do Amazonas (CRC-AM), Conselho Regional de Engenharia e Agronomia do Amazonas (CREA-AM), Conselho Regional de Corretores de Imóveis do Estado do Amazonas e Roraima (Creci AM/RR), Federação da Agricultura e Pecuária do Amazonas (FAEA), Fundação Amazonas Sustentável (FAS), Grande Loja Maçônica do Amazonas (Glomam), Ordem dos Advogados do Brasil (OAB-AM), Associação PanAmazônia, Sindicato das Indústria da Construção Civil do Amazonas (Sinduscon-AM) e Conselho de Arquitetura e Urbanismo do Amazonas (CAU-AM).

*Finalidade do CODESE*
O CODESE Manaus surgiu baseado em experiências semelhantes implantadas em cidades como Maringá, Uberlândia, Brasília, Goiânia, entre outras, todas elas inspiradas no projeto “O Futuro da Minha Cidade (FMC)”, da Câmara Brasileira da Indústria da Construção (CBIC).

Tem como objetivos estratégicos colocar Manaus entre as 20 melhores cidades para se fazer negócios e entre as 10 melhores cidades para se viver no Brasil. Além disso, estimula o desenvolvimento de nichos de mercado que reduzam a dependência do Polo Industrial de Manaus de forma que dois terços do Produto Interno Bruto (PIB) da capital sejam oriundos de outras matrizes econômicas como a piscicultura, turismo, bioeconomia e polo digital.

Euler Guimarães foi um dos grandes entusiastas e trabalhou intensamente para a realização da Feira do Polo Digital de Manaus e na construção de proposta de um polo de tecnologia que permita que Manaus se insira em um contexto da economia digital global. “As mudanças tecnológicas são inevitáveis e a pandemia causada pelo novo coronavírus forçou as organizações a se inserir no contexto digital de uma forma acelerada, como no modo startup, no qual se faz experimentos e ajustes em uma velocidade acentuada em busca de soluções que possam atender à sociedade”, comentou o novo presidente.

Os planos para o Codese serão mantidos e intensificados os trabalhos desenvolvidos pelas Câmaras Técnicas em busca dos objetivos estabelecidos no início da gestão, em janeiro de 2020. O novo presidente também buscará melhorar os mecanismos de sustentabilidade financeira do Codese, avaliando o ingresso de novas entidades para a plenária assim como novos mantenedores.

*Conheça o novo presidente*
Administrador de Empresas com formação e experiência global, cursou doutorado em Ciência do Conhecimento (Instituto Avançado de Ciência e Tecnologia do Japão), mestrado em Economia Aplicada (Tokai University - Japão), liderança no Instituto Haggai do Havaí - EUA, gestão de incubadoras no Polo de Navacchio - Itália, gestão e inglês de negócios na San Diego State University - EUA, além de especializações como Agente de Inovação e Difusão Tecnológica (Abipti), MBA em Marketing (FGV) e em Gestão pela Qualidade Total (Ufam).

Tem atuado no desenvolvimento do ecossistema de inovação e empreendedorismo em Manaus e no Norte  desde seu retorno ao Brasil em 2008, no qual já apoiou, diretamente, o desenvolvimento de mais de 30 startups como gestor de incubadoras de empresas na Fucapi e Uninorte. Desde 2009 tem atuado como avaliador e mentor de diversos prêmios e concursos na região Norte e outras regiões do Brasil.

Atualmente desempenha atividades como empreendedor na área de tecnologia, tendo participação em três startups: Nuclic Tecnologia, Iotech Automação e Inovector3D. Contribui como conselheiro da Rede Amazônica de Empreendedorismo e Inovação (RAMI), representante Norte da KPTL Investimentos, cônsul honorário da Coréia no Amazonas e agora presidente do CODESE Manaus.

Nenhum comentário