ÚLTIMAS

Polícia Civil deflagra operação ‘Kerioth’ e prende dupla investigada por integrar facção criminosa









 Equipes de investigação da Delegacia Especializada em Roubos e Furtos de Veículos (DERFV) deflagraram a operação denominada “Kerioth”, na tarde do último sábado (09/05), por volta das 17h, que resultou nas prisões de Bismark Miranda do Nascimento, 30, e Lucas Farias Gonçalves, 24. As prisões ocorreram em um sítio, no bairro Tarumã-Açu, zona oeste da capital. Com a dupla foram apreendidas armas de fogo, munições, entorpecente, além de três veículos possivelmente com restrições de roubos ou furtos. 

 Segundo Cícero Túlio, titular da DERFV, na ocasião da operação, um indivíduo envolvido com o tráfico de drogas teria organizado um evento em um sítio no Tarumã, onde lá, os convidados estariam em posse de armas de fogo, veículos roubados e entorpecentes. Os policiais, chegando ao local, foram recebidos com tiros pelos infratores, mas conseguiram prender os dois indivíduos.

 “Conseguimos capturar Bismark, que era o alvo principal da operação, além de Lucas. Fizemos revista no sítio e encontramos uma pistola 380, uma pistola 765, um revólver calibre 32, um simulacro de arma de fogo, além de 18 munições intactas, uma porção grande de maconha do tipo skunk, dois carros e uma moto possivelmente com restrições de roubos e furtos”, explicou Túlio.

 O titular da DERFV destacou que a operação “Kerioth” é o desdobramento de outras ações deflagradas pela especializada. Na ocasião da operação, o delegado informou que havia muitas pessoas no lugar, algumas delas fazendo o uso de tornozeleiras eletrônicas.

 “Essas pessoas foram conduzidas à especializada para que pudéssemos verificar a situação de regularidade dessas tornozeleiras. Fizemos o procedimento de Termo de Declaração dessas pessoas e agora, iremos encaminhar para os processos dos quais elas respondem para que os juízes tomem as devidas providências”, disse o titular da DERFV.

 Procedimentos – Bismark e Lucas responderão pelos crimes de tráfico de drogas, associação para o tráfico, receptação, porte ilegal de arma de fogo de uso restrito e uso permitido e associação criminosa. Os dois foram encaminhados à Central de Recebimento e Triagem (CRT), onde passarão pelos procedimentos cabíveis e permanecerão encarcerados à disposição da Justiça.




Fonte: Assessoria de Imprensa da PC
Foto: Divulgação

Nenhum comentário