ÚLTIMAS

Secretaria de Estado da Assistência Social reforça segurança alimentar no Abrigo Moacyr Alves

Foto: Miguel Almeida/ Seas
O atendimento a crianças e adolescentes com deficiência ofertado pelo Abrigo Moacyr Alves ganhou um reforço com a doação de 30 cestas básicas pela Secretaria de Estado da Assistência Social (Seas) nesta quarta-feira, 3 de junho. Organização da Sociedade Civil (OSC) fomentada pelo Governo do Amazonas, por meio da Seas e do Fundo de Promoção Social e Erradicação da Pobreza (FPS), o Abrigo Moacyr Alves, no Alvorada, zona centro-oeste, atende atualmente 68 crianças e adolescentes. A ação teve a presença da titular da Seas, a secretária Maricília Costa, e da secretária executiva da pasta, Michelle Bessa.
Como complemento à entrega semanal de frutas, verduras, legumes e alimentos prontos realizada em parceria com a Agência de Desenvolvimento Sustentável (ADS), a doação das cestas básicas para instituições sem fins lucrativos é um reforço nas ações de assistência social determinadas pelo governador Wilson Lima e tem o objetivo de minimizar os efeitos sociais da pandemia causada pelo novo coronavírus.
“Essa é mais uma ação do nosso governador Wilson Lima e esta instituição aqui foi escolhida para nós estarmos doando 30 cestas básicas. São famílias muito especiais, por isso, essa grande preocupação nossa, oferecendo essas cestas básicas”, destacou a secretária Maricília Costa.
De acordo com a assistente social Ilka Lemos, a pandemia da Covid-19 prejudicou o Abrigo Moacyr Alves na arrecadação de doações junto à iniciativa privada e à sociedade em geral. Para ela, o apoio do Governo do Amazonas na garantia da segurança alimentar das crianças e dos adolescentes do abrigo, além do seus familiares, é muito bem-vindo.                    
“Nesse momento de crise, onde a pandemia fez com que várias situações que já eram dificultosas se tornassem maiores, qualquer doação é sempre bem-vinda e essa da Seas ainda mais, entendendo a necessidade dos abrigos para que eles possam manter essas crianças, visto que a própria sociedade civil por conta da pandemia deu uma diminuída nas doações. Isso só vem a engrandecer a melhoria da qualidade do nosso atendimento”, enfatizou Ilka.
As informações são da assessoria 

Nenhum comentário