ÚLTIMAS

‘Dama de Copas’ é presa por participar de quadrilha de roubos de carros em Manaus

Divulgação
Por volta das 10h da última terça-feira (7), a polícia civil prendeu Ana Karina Hage da Silva, de 23 anos, mais conhecida como “A Dama de Copas”, apontada como integrante de uma quadrilha especializada em roubos e furtos de veículos. A prisão aconteceu na Comunidade Alfredo Nascimento, bairro Cidade de Deus, Zona Norte de Manaus.
De acordo com o delegado Cícero Túlio, as investigações iniciaram em fevereiro deste ano, após as equipes da especializada receberem a informação que uma quadrilha teria invadido uma casa, no bairro Novo Aleixo. Na ocasião, os infratores roubaram um veículo modelo S10 de cor prata, uma quantia em dinheiro e um filhote de um cachorro da raça Husky siberiano.
De acordo com o titular da especializada, “A Dama de Copas” tinha uma participação específica de receber o material originário de assaltos à residência em Manaus e dar apoio, escondendo parte da quadrilha em sua casa. O companheiro dela, Gilvan Oliveira Reis, conhecido como “Vela”, é o líder da organização criminosa.
“Em depoimento, as vítimas afirmaram que a quadrilha chega ao local, com identificação de policiais civis e, em seguida, anuncia o assalto. Os integrantes agem de forma bastante agressiva durante a ação criminosa e ameaçam até mesmo decepar os dedos das mãos das vítimas”, destacou Cícero.

”Vela”

“Vela” já foi preso outras vezes por homicídio, tráfico de drogas e porte de arma de fogo. Em 2018, ele foi preso juntamente com outras nove pessoas em poder de 10 pistolas, quando estavam prestes a cometer um ataque a uma facção rival.
“Ao longo das investigações, a nossa equipe levantou indícios para que pudéssemos representar pelo pedido de prisão preventiva em nome da infratora, e a ordem judicial foi expedida no dia 4 de junho deste ano, pelo juiz James Oliveira dos Santos, da Central de Inquéritos”, destacou Cícero Túlio.
“A Dama de Copas” afirmou, em depoimento, que seu companheiro “está para o tudo ou nada, que não vai se entregar à polícia e que continuará atuando no mundo do crime”.

Procedimentos 

Ana Karina foi indiciada por roubo majorado, receptação e associação criminosa. Ao término dos procedimentos cabíveis na DERFV, ela será encaminhada para o Centro de Recolhimento de Triagem (CRT) e ficará à disposição da justiça.
Com informações da PC

Nenhum comentário