PAÍS| Uma família que mora no Green Ville I, no bairro Parque Verde, em Belém, denunciou nas redes sociais na manhã da última sexta-feira (8), a morte por envenenamento de um gato de estimação dentro do condomínio de alto padrão. As informações são do Dol.

Segundo a denunciante, o animal foi encontrado na frente da casa da família na madrugada, agonizando, com sinais de envenenamento.

“Tapioca”, como era carinhosamente chamado pela família, teria sido alvo de reclamações por parte de uma vizinha. De acordo com a denunciante, a vizinha estava incomodada com a presença do gato nos arredores de sua casa. A reclamação, inclusive, teria gerado uma multa de R$1.500 para a família do animal.

Em seu relato, a denunciante revela que a vizinha teria o costume de prender os animais que invadissem seu terreno e informar à administração do condomínio sobre a presença dos bichos, para aplicação de multas. A justificativa, segundo ela, seria de que a filha da mulher é alérgica a felinos.

Ao saber da morte do gato, a tutora se dirigiu à Delegacia Especializada em Meio Ambiente (DEMAPA) para fazer a denúncia e tomar as medidas cabíveis contra a vizinha e também acionou a administração do condomínio. A delegada Adriana Magno está à frente das investigações.

“Temos algumas pessoas que iremos ouvir para ver se irão colaborar para a gente chegar a um autora ou se podem pelo menos dar alguma informação que leve a certeza de que não foi um caso fortuitoa, mas um ato com a intenção de levar o animal a óbito”, afirma a delegada.

“O condomínio forneceu imagens da área comum do condomínio, onde o animal aparece circulando e se mantendo mais tempo em uma determinada casa. Somado a isso, já há um histórico anterior ao ocorrido hoje, que uma vizinha já denunciou sobre esses gatos terem entrado na casa dela, e inclusive o tutor teve que pagar uma multo para o condomínio por causa desse tipo de ação do animal dele”, continua a delegada. “Então são pessoas que irão ajudar a elucidar o que aconteceu ou vão sair da lista de possíveis suspeitos”.

Foto: Reprodução