O ator Ryan Grantham, de 24 anos, matou a própria mãe e planejava assassinar o primeiro-ministro do Canadá, Justin Trudeau. Segundo informações da CBC News, ele está sendo julgado pelo Supremo Tribunal da Colúmbia Britânica, na cidade canadense de Courtenay após confessar os crimes. A previsão é de que o artista seja condenado à prisão perpétua.

Ryan Grantham é conhecido principalmente pelo papel de Jeffery Augustine em Riverdale e de Todd em Supernatural. Ele ainda interpretou Rodney James no primeiro filme de Diário de Um Banana, lançado em 2010.

De acordo com promotores que atuam no caso, Ryan Grantham assassinou a mãe, Barbara Waite, no dia 31 de março de 2020, com um tiro na cabeça, enquanto ela estava de costas, tocando piano. Após o crime, ele teria pegado dinheiro, comprado drogas e explosivos e passado um tempo assistindo TV. Em seguida, cobriu o corpo da mãe com um lençol e foi dormir. No dia seguinte, ele colocou velas em torno do corpo dela e partiu para assassinar Trudeau.

Três armas, munições, 12 coquetéis molotov, material de acampamento e um mapa com instruções para chegar à casa do primeiro-ministro, em Ottawa, foram encontrados no carro de Grantham. O ator, contudo, teria mudado de ideia e cogitando massacres na Ponte Lions Gate de Vancouver e na universidade na qual estudava. Ele acabou desistindo e indo para uma delegacia, onde confessou os crimes.

O corpo de Barbara Waite foi achado no dia seguinte ao crime, pela filha dela, Lisa Grantham. A irmã do ator foi ao local após a mãe não responder às suas mensagens e aos seus telefonemas. Ela afirmou ao depor no julgamento do irmão: “Como posso confiar em qualquer pessoal após o meu único irmão executar a minha mãe com ela de costas?”.

Os promotores disseram que, ao confessar os crimes, o ator afirmou que se sentia sem esperanças e com impulsos violentos, além de ideação suicida e crises de ansiedade.

Fonte: https://www.metropoles.com/entretenimento/televisao/ator-de-riverdale-matou-mae-e-pensava-em-matar-primeiro-ministro