Em pronunciamento na Assembleia Legislativa do Amazonas (Aleam), o deputado Adjuto Afonso (PDT), informou que protocolou nesta quarta-feira (9), dois requerimentos solicitando das secretarias de Estado de Justiça, Direitos Humanos e Cidadania (Sejusc) e da Segurança Pública (SSP-AM), um balanço sobre a emissão das carteiras de identidade (RG), principalmente nos municípios do Amazonas. O parlamentar recebeu reclamações de autoridades municipais sobre as dificuldades na ação e ressaltou que acredita que o governador Wilson Lima (PSC) não esteja sabendo da real situação.

Na tribuna, Adjuto Afonso relatou que esteve nos municípios de Lábrea (a 701 km), Boca do Acre (a 1.028) e em bairros de Manaus, onde recebeu a cobrança na demora das secretarias em atender às solicitações do documento. O parlamentar destacou que a emissão do RG é um direito de cidadania e a não emissão da cédula de identificação, causa prejuízos tanto na capital quanto no interior do Estado, pois o cidadão não consegue ter acesso a importantes serviços, como SUS, redes de ensino, auxílios, processos de aposentadoria, bem como a retirada de identificação (CPF, carteira de motorista, carteira de trabalho), dentre outros que exigem a apresentação do documento pessoal.

“O que não pode é faltar cidadania para a população. Em visita a Boca do Acre, Lábrea e tantos outros municípios, me deram a informação que chega apenas 100 cédulas para emissão da carteira de identidade. Então estamos fazendo esse alerta ao governador Wilson Lima, que não deve estar sabendo dessas dificuldades. É preciso que todos os municípios sejam atendidos de forma igualitária. Nos requerimentos solicitamos que seja fornecido por esses órgãos a quantidade de cédulas enviadas por mês para cada município e, claro, que seja uma quantidade que atenda a demanda de cada localidade”, cobrou Adjuto.

Em aparte, os deputados Serafim Corrêa (PSB), WilKer Barreto (Podemos), Dermilson Chagas (Podemos), e a deputada Joana Darc (PL) disseram que iriam somar na solicitação junto aos orgãos.

No Amazonas, o Instituto de Identificação Aderson Conceição de Melo (IIACM), órgão vinculado à SSP/AM, é responsável pelo serviço de confecção da cédula de identificação e a Sejusc é a receptora para distribuir o documento nos Prontos Atendimentos ao Cidadão (PACs).

 

 

Fonte: Assessoria de Imprensa do Dep. Adjunto Afonso

Foto: Ney Xavier