Nota de Esclarecimento

A Associação Cultural Boi-Bumbá Caprichoso, através do seu presidente Jender Lobato, vem por meio desta nota comunicar que não autoriza o uso da imagem do Boi, dos seus itens e de sua torcida para fins político-partidários.

Esclarecemos ainda, que desde o início da nossa gestão, impetramos uma ação nos órgãos competentes de marcas e patentes, e que hoje voltamos a ser donos exclusivos da marca Caprichoso, o que tínhamos perdido lá atrás.

Assim sendo, toda apresentação do Boi-Bumbá Caprichoso, seja ela em qualquer lugar, deverá ser devidamente autorizada pela presidência, sob pena de medidas judiciais.

Sobre o ocorrido e sua repercussão em sites de notícias e redes sociais, não sabíamos que Boi Caprichoso seria levado para uma recepção no aeroporto de Parintins. Ressaltamos, ainda, que nem o boi que foi levado nem o tripa eram os oficiais; nem oficiais nem substitutos.

Em um contexto de polarização político-partidária, não nos posicionamos. Acolhemos, em diferentes contextos, a todos os visitantes e colaboradores de nossa Associação Cultural. Recebemos de braços abertos, como o contrário aliás, diferentes autoridades da República e do Estado do Amazonas, todas eleitas democraticamente. Mas, não fazemos campanha nem temos lado, pois nosso partido é a cultura popular e a preservação do patrimônio.

Ainda sobre o ocorrido, deixamos claro que os responsáveis serão autuados, não como retaliação por filiar-se a partidos ou grupos, mas porque os Bumbás devem zelar pela isonomia e equidade de tratamento a todos os cidadãos, inclusive aos representantes do Estado e, em especial, aos trabalhadores da cultura.

Cada membro do Boi é livre para ter qualquer posição, desde que se conformem aos limites da democracia e do respeito aos adversários. E isso não deve ser confundido, em momento algum, com a posição oficial do Boi-Bumbá Caprichoso.