InícioPOLÍTICAAudiência Pública discute situação do Hospital Francisca Mendes

Audiência Pública discute situação do Hospital Francisca Mendes

 Nesta
sexta-feira, 24, às 11h, a Comissão de Saúde e Previdência da Assembleia
Legislativa do Amazonas (Aleam), presidida pela deputada Mayara Pinheiro (PP),
realiza uma Audiência Pública Virtual para debater a atual gestão do Hospital
Universitário Francisca Mendes, na Zona Norte da capital. Importante lembrar
que o local é atualmente administrado pela Secretaria Estadual de Saúde desde
junho deste ano.
 De acordo
com a parlamentar, o encontro é de suma importância porque desde o término do
contrato com a Unisol (Fundação Institucional Rio Solimões), a Comissão tem
recebido informações de que vários serviços, como exames e cirurgias eletivas,
foram suspensos ou cancelados.
 “ O
Hospital referência no atendimento de cardiopatia aqui no Amazonas não pode
passar por essa situação. Por isso, como presidente da Comissão de Saúde me
senti na obrigação de convocar este encontro para entendermos a real situação
do Francisca Mendes, as soluções apontadas pela Susam na gestão e vermos de que
forma podemos ajudar com propostas efetivas”, afirmou.
 Foram
convidados a participar da reunião todos os deputados membros da Comissão de
Saúde e Previdência, além de representantes do Ministério Público do Estado,
Defensoria Pública, Susam, Francisca Mendes e Associação de Pais de Crianças
Cardiopatas (APAC) .
 Emenda Impositiva
 Mayara
Pinheiro reforçou ainda que tem o Hospital Francisca Mendes como uma das
prioridades do mandato. Por isso, destinou R$ 600 mil da Emenda Impositiva para
o local. O valor  vai beneficiar cerca de
200 crianças, que estão na fila de espera para uma cirurgia cardíaca. O valor
será de R$ 600 mil.
“Nós temos diversas carências na saúde e, sem
dúvida, uma delas é no Francisca Mendes. Dessa forma, é fundamental investirmos
na qualificação do hospital, com a compra de próteses e órteses, e dessa forma
beneficiar as crianças que estão na fila de espera por uma cirurgia
cardíaca”, explicou.
Fonte: Assessoria de Imprensa da Dep. Mayara
Pinheiro
Foto: Divulgação


Artigos Relacionados

LEIA MAIS