TCE


Com aumento da produção durante inverno amazônico, expectativa dos produtores cadastrados nas Feiras é que os preços baixem

É durante o inverno amazônico que agricultores de maracujá se destacam na produção do fruto, sendo possível ofertá-los com qualidade e preços baixos nas Feiras de Produtos Regionais realizadas pela Agência de Desenvolvimento Sustentável (ADS), do Governo do Estado.

Na área rural de Manaus, o produtor Aldenei Cortez, de 43 anos, vem ganhando destaque na produção do item. O agricultor comercializa anualmente uma média de 30 toneladas de maracujá. Parte de sua produção é disponibilizada nas Feiras da ADS. Além disso, o agricultor também fornece o seu produto nas feiras da Manaus Moderna, localizada no Centro, e da Bola do Produtor, na zona leste da capital. Só em janeiro, Aldenei colheu cerca de 1,5 tonelada do fruto.

“No período de dezembro a maio, eu consigo baixar o preço do maracujá para até R$ 6 o quilo, pois devido às chuvas mais elevadas, é possível produzir um volume maior. Ao longo do ano, o valor pode subir, podendo chegar até R$ 12 o quilo. Para os dias mais quentes usamos o sistema de irrigação, o que faz com que a nossa produção não pare”, explicou Aldenei.

O produtor participa das Feiras da ADS realizadas às terças e quintas no Manaus Plaza Shopping, aos sábados no Centro Cultural dos Povos da Amazônia e no Comando Geral da Polícia Militar, e aos domingos no Complexo Turístico da Ponta Negra, no estacionamento em frente ao anfiteatro.

O cultivo do maracujá é realizado na estrada do Puraquequara, Ramal 14, Vicinal Bons Amigos, Sítio Cortês, zona rural de Manaus. É por meio do cultivo do maracujá que o produtor gera emprego, beneficiando cerca de três famílias de forma direta. Os frutos fornecidos por Aldenei apresentam a coloração de polpas predominantemente amareladas e avermelhadas. Além do maracujá, o agricultor também produz em torno de 5 toneladas de mamão anualmente.

O engenheiro agrônomo da ADS, João Netto, relatou sobre as exigências climáticas e sobre a técnica de irrigação.

“O maracujazeiro necessita de temperaturas elevadas e de disponibilidade hídrica. As temperaturas ideais para o cultivo obter sucesso são de 26°C, com média máxima de 31,7°C e média mínima de 19,8°C. É por esse motivo que produtores como o seu Aldenei usam o sistema de irrigação, que tem por objetivo suprir as necessidades hídricas da cultura nos períodos de estiagem prolongada para que a produtividade não fique comprometida”, conta.

Benefícios
O maracujá possui propriedades nutricionais que vão além da ação calmante natural. O fruto age como antioxidante, é fonte de vitaminas A, C e do complexo B, além de fornecer minerais como cálcio, ferro, fósforo e sódio.

O produto é responsável por combater o estresse, ajuda a controlar os níveis de colesterol e glicose, regula a pressão sanguínea, auxilia na digestão e funcionamento do intestino, fortalece o sistema imunológico, previne o envelhecimento precoce, além de melhorar a saúde e densidade dos ossos.

Cadastro de feirantes
Produtores, artesãs e feirantes da economia solidária que desejem participar das Feiras de Produtos Regionais da ADS em Manaus, devem ir até a sede da Agência, localizada na avenida Carlos Drummond de Andrade, 1.460, bloco G, 1º andar, bairro Japiim, levando as documentações elencadas no site da ADS (http://www.ads.am.gov.br/documentacao-para-cadastro-nas-feiras-da-ads/).

No interior, os interessados podem ir ao escritório local do Instituto de Desenvolvimento Agropecuário e Florestal Sustentável do Estado do Amazonas (Idam).

Calendário das Feiras de Produtos Regionais da ADS

Terças-feiras
• Das 14h às 19h, no Sumaúma Park Shopping (Cidade Nova)
• Das 14h às19h no Manaus Plaza Shopping (Chapada)

Quartas-feiras
• Das 15h às 19h, no estacionamento do Shopping Ponta Negra

Quintas-feiras
• Das 14h às 19h, no Manaus Plaza Shopping (Chapada)
• Das 14h às 19h, na praça de alimentação, na rua José Bonifácio (Dom Pedro)

Sábados
• Das 5h às 11h, no Centro Cultural dos Povos da Amazônia (Bola da Suframa)
• Das 5h às 11h, no Comando Geral da Polícia Militar (Petrópolis)
• Das 5h às 11h, no Centro de Convivência Padre Pedro Vignola (Cidade Nova)
• Das 7h ao meio-dia, na rodovia AM-010, Km 29 (sentido Rio Preto da Eva)

Domingos
• Das 6h ao meio-dia, no Complexo Turístico da Praia da Ponta Negra, no estacionamento em frente ao anfiteatro
• Das 7h ao meio-dia, na rodovia AM-010, Km 29 (sentido Rio Preto da Eva)

 

Fonte: ADS

Foto: Ruth Jucá