O empresário Eurimar Santos, 38, foi assassinado a tiros ao reagir a um assalto praticado por três bandidos que estavam em uma motocicleta modelo Fazer, preta, placa não identificada.

 

O latrocínio (roubo seguido de morte) aconteceu pouco depois das 11h50 da manhã desta segunda-feira, 28, em um lava jato situado na Rua 10, bairro de Petrópolis, Zona Sul de Manaus.

 

A câmera de segurança de uma residência filmou o crime e o empresário aparece correndo e reagindo ao assalto depois de ser abordado por dois homens que estão com armas de fogo nas mãos.

O terceiro assaltante fica na motocicleta o tempo todo esperando pelos comparsas que agridem Eurimar com coronhadas e depois atiram em seu peito e na cabeça do empresário que morre na hora.

Segundo informações preliminares os assaltantes mataram Eurimar Santos e roubaram sua carteira porta cédulas, seu cordão de ouro, pulseira e o telefone celular.

 

A câmera de segurança também mostra que um dos assaltantes se aproxima do corpo mais uma vez, dispara mais um tiro na cabeça do empresário, arranca o cordão de seu pescoço e foge com os comparsas.

 

Eurimar Santos e dono de várias lanchonetes entre os bairros de Petrópolis e Cachoeirinha e tudo indica que já vinha sendo seguido pelos três assaltantes.

O empresário havia parado no lava jato para a lavagem de seu veículo modelo S-10, cor de prata, quando foi surpreendido, assaltado e assassinado de forma covarde, como mostram as imagens do vídeo.

 

O perito criminal do Departamento de Polícia Técnica e Científica (DPTC) confirmou que Eurimar foi morto com dois tiros na cabeça e um tiro no peito durante o assalto.

A equipe de policiais da Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS) já fez uma avaliação do vídeo que gravou o latrocínio e está em diligência para prender os autores do crime.