Foto: Divulgação

Depois de Apuí, no Vale do Rio Madeira, e de Alvarães, no Médio Solimões, o deputado estadual Belarmino Lins (Progressistas) voltou a denunciar os descalabros da concessionária Amazonas Energia no interior do Estado. Desta vez, “os apagões” da empresa atingem o município de Atalaia do Norte, no Alto Solimões.

Com base em informações do prefeito Denis Paiva (PSC) e do vice-prefeito Giuliano Galate (Progressistas), Belarmino encaminhará requerimento, nesta terça-feira, ao Defensor Público Geral do Estado, Ricardo Paiva, solicitando a apuração das responsabilidades da concessionária na crise energética e, se for necessário, que sejam aplicadas medidas que obriguem a empresa a ressarcir os consumidores prejudicados pelos “apagões”.

De acordo com Giuliano Galate, que ontem expôs a situação em reunião presencial com Belarmino Lins, os “apagões” são diários e praticamente inviabilizam os serviços públicos e privados. Órgãos como Prefeitura Municipal, Câmara de Vereadores e estabelecimentos comerciais são forçados a interromper suas atividades constantemente devidos aos “apagões”.

“A crise é abusiva e, com certeza, já vivemos o caos, pois os serviços estão paralisados, inclusive os serviços referentes a saúde”, afirmou Giuliano, que acusa a Amazonas Energia de ter transferido, “de forma irresponsável”, os geradores de luz de Atalaia para Benjamin Constant, agravando o quadro de caos.

“O problema é dos mais sérios e não acontece somente em Atalaia do Norte, o que nos levou a apelar mais uma vez à DPE-AM, na pessoa do Defensor Geral Ricardo Paiva, pedindo a apuração das responsabilidades da Amazonas Energia na questão, e, se for o caso, que a DPE determine que os moradores de Atalaia do Norte sejam ressarcidos dos incalculáveis prejuízos sofridos por conta da absurda falta de energia”, disse Belarmino Lins.

 

 

 

Fonte: Assessoria de Imprensa do Dep. Berlamino Lins

Foto: Divulgação