O descaso com a geração e distribuição de energia elétrica no Amazonas se mostra ainda mais evidente no interior do Estado, segundo o deputado federal Sidney Leite (PSD-AM). Em visita à comunidade de Axinim, pertencente ao distrito de Borba, o parlamentar se deparou com um cenário de 2,5 mil cidadãos que sofrem com as constantes interrupções no fornecimento de luz. Por conta da instabilidade no serviço, a bomba de água que atende os moradores da comunidade foi danificada, deixando as famílias desabastecidas há cerca de um mês.

De acordo com moradores da região, há seis meses que a situação se agrava cada vez mais, principalmente, porque o distrito não conta com um eletricista responsável na sede local da companhia de energia elétrica. Segundo eles, apenas dois operadores de máquina atuam na estrutura e quando a mesma apresenta falhas, é preciso aguardar um técnico se deslocar de Borba para averiguar o problema.

Tendo como principal fonte de renda as atividades de agricultura e pesca, os moradores se mostraram descontentes com a atual administração do executivo municipal de Borba, alegando que os recursos não chegam à comunidade. Os pontos foram colocados em encontro com famílias de Axinim, promovido pelo presidente da Assembleia Legislativa do Amazonas (Aleam), deputado estadual Roberto Cidade (PV), que entregou equipamentos agrícolas, rabetas e uma bomba de água nova, adquiridas com recursos de emendas parlamentares dele.

Além de ouvir as principais demandas dos moradores, Sidney Leite visitou as instalações de geração de energia do distrito e se deparou com condições precárias. “Essa é a verdadeira situação da geração de energia no Estado do Amazonas, que é um verdadeiro caos. E a Aneel (Agência Nacional de Energia Elétrica) tem sido complacente com essa realidade lamentável”, destacou o deputado federal, que se comprometeu a cobrar ações mais enérgicas da agência reguladora.

Leite complementou que não é só o distrito de Axinim que padece com essa realidade. “Temos problema na geração e distribuição de energia em todo o Estado do Amazonas, tanto na capital, quanto no interior”, enfatizou o parlamentar que também destacou seu total apoio à Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) instaurada por Roberto Cidade, na atual gestão como presidente da Aleam.

“Eu e o deputado Sidney Leite estamos buscando soluções, ele na Aneel, e nós na Aleam, com a CPI da Amazonas Energia”, afirmou Cidade.

Compromisso

O compromisso assumido por Sidney Leite e Roberto Cidade com a população borbense vai além da entrega de materiais, mas também passa pelo apoio a projetos sociais e fiscalização da aplicação correta dos recursos públicos recebidos pela Prefeitura de Borba. Segundo levantamento realizado pelo deputado federal, nos últimos quatro anos, mais de R$ 300 milhões em repasses federais foram destinados ao município.

Para Leite, a Prefeitura de Borba não pode alegar falta de dinheiro para não atender serviços básicos para a população.

“Nunca vi uma situação como essa, em que um deputado estadual se propõe a resolver o problema da água e o prefeito não quer aceitar. Ao caminhar para cá, uma professora encontrou comigo e perguntei dela do Fundeb. Sou a pessoa do meu partido responsável por discutir o novo Fundeb e já conseguimos aprovar um reajuste de mais de 16%. Mas, esse dinheiro não pode ser gasto em outra coisa que não seja destinar aos professores. Vou apurar e acompanhar a aplicação do recurso para Axinim e Borba”, ressaltou Leite, que também prometeu cobrar a aplicação dos recursos da saúde no município.

Em uma extensa agenda em Borba, Sidney Leite e Roberto Cidade aproveitaram para conhecer o trabalho que o Centro Educacional Lar Cristo Rei realiza com mais de 200 crianças em vulnerabilidade social. O projeto, ligado à igreja católica, possui mais de 30 anos, mas desde o ano passado precisou parar por falta de recursos.

Sidney Leite e Roberto Cidade se comprometeram em arcar com R$ 200 mil reais para custear a operação do projeto, que conta com aulas de informática, prática de esportes e manutenção de uma horta comunitária.