InícioECONOMIACarne bovina está se tornando inacessível para muitos argentinos

Carne bovina está se tornando inacessível para muitos argentinos

Um recente relatório da Bolsa de Comércio de Rosario revelou que a carne bovina está se tornando um luxo cada vez mais inacessível para a maioria dos argentinos, levando a uma redução drástica no consumo nacional deste alimento. Segundo o estudo, a média de consumo em 2024 deverá atingir apenas 44,8 kg por habitante, o menor índice registrado desde 1920.

Segundo a AFP, á Argentina, conhecida por sua tradição na produção de carne bovina de alta qualidade, tem um histórico de consumo médio anual de 72,9 kg por habitante. No entanto, fatores econômicos severos estão alterando significativamente esse cenário. A inflação, que alcançou uma taxa anual de 280% em maio, e a recessão econômica generalizada têm impactado profundamente todas as camadas da sociedade argentina, resultando na redução drástica do consumo de carne.

O governo atual, liderado por Javier Milei, implementou medidas de austeridade significativas, cortando gastos e eliminando subsídios, o que restaurou um superávit nas contas públicas do país. Apesar de uma leve redução na inflação, mais da metade da população argentina, composta por 45 milhões de habitantes, continua vivendo abaixo da linha de pobreza, de acordo com estatísticas oficiais.



Artigos Relacionados

LEIA MAIS