Manaus- Nesta quarta-feira (27), Rafael Fernandes, assassino confesso da ex-miss Manicoré, Kimberly Mota de Oliveira, 22, vai a júri popular em Manaus.

O julgamento tá previsto para iniciar às 9h, no Fórum Henoch Reis, no bairro São Francisco, Zona Sul da capital, e será presidida pela juíza Ana Paula de Medeiros Braga Bussulo, da 2º Vara do Tribunal do Júri do Amazonas.

O juiz e o júri vão ouvir as testemunhas do caso. O Ministério Público vai apresentar cinco testemunhas de acusação, enquanto a defesa convocou quatro testemunhas.

Rafael deve chegar nas próximas horas ao local. Ele é acusado de homicídio qualificado contra sua ex-namorada.

O crime

A Miss Manicoré Kimberly Mota, foi assassinada com três  facadas pelo corpo dentro do apartamento de Rafael em 11 de Maio de 2020.

Logo após o crime, o servidor público, deixou o prédio em seu carro, um HB20 branco, por volta das 1h35 da madrugada e fugiu para Roraima.

Os dois tiveram um relacionamento amoroso e o réu tentava reatar com a miss.