Os fiscais da Central Integrada de Fiscalização (CIF) vistoriaram 33 estabelecimentos entre a noite da sexta-feira (17/09) e a madrugada desta segunda (20/09). Nos três dias de fiscalização, quatro locais foram interditados e 11 foram autuados por violação do decreto estadual, que prevê normas de prevenção contra a Covid-19.

 

Na sexta-feira, o Pagode da ANB, no bairro Educandos, na zona sul, teve o equipamento de som interditado pela Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Sustentabilidade (Semmas) por falta de autorização para eventos com música ao vivo.

Na rua Belo Horizonte, bairro Adrianópolis, zona centro-sul, o Andarilho Bar foi autuado pelos fiscais da Vigilância Sanitária Municipal (Visa Manaus) por funcionar sem licenciamento sanitário. Ainda na zona centro-sul, o bar Sô Santo foi interditado pelos fiscais da Semmas por não possuir autorização de licenciamento ambiental para uso de equipamento sonoro amplificado no local.

 

Uma festa clandestina, denominada “Bar Delas”, que acontecia no Conjunto Barra Bela, no bairro Parque Dez, foi encerrada pelos agentes da CIF. O local foi autuado pela Visa Manaus por não possuir a Classificação Nacional de Atividades Econômicas (CNAE) de restaurante e por ter uma banda com mais de três pessoas no palco. Os agentes da Semmas também aplicaram uma autuação no local ao verificar a ausência de Licença Municipal de Operação para uso de equipamento sonoro amplificado no estabelecimento.

 

Na noite de sábado (18/09), a Mercearia e Bar Cissa, no conjunto Ouro Verde, no bairro Coroado, na zona leste, e a Praça do Armando Mendes, foram autuados por promover aglomeração. O Sarará Belo Bar e Petiscaria, localizado na rua Rosarino, no bairro São José, foi fechado pela CIF e orientado quanto ao distanciamento das mesas.

 

No domingo (19/09), na zona oeste, o estabelecimento Almirante Hall foi fechado por não possuir as documentações exigidas para o funcionamento. Além desta irregularidade, os fiscais constataram a presença de mais de três componentes de uma banda no palco.

 

O Alambique Bar, localizado na avenida do Turismo, foi fechado por descumprir a interdição, medida aplicada na noite da última sexta-feira. O responsável pelo local foi encaminhado ao 19° Distrito Integrado de Polícia (DIP). Na mesma avenida, o Forró do Velho Inácio foi autuado pela Visa Manaus por não manter o distanciamento entre as mesas.

 

CIF fluvial – Durante as fiscalizações em flutuantes, realizadas na tarde de domingo, os agentes interditaram o Flutuante do Leão. De acordo com as informações do relatório da CIF, o local não possuía licença para funcionar.

 

Ação integrada  – Coordenada pela Secretaria de Segurança Pública (SSP-AM), a CIF está focada no cumprimento das regras de prevenção da Covid-19, desde junho de 2020, quando o comércio da capital amazonense começou seu processo de reabertura gradual após o isolamento imposto para contenção de casos. Seguindo determinação do secretário de Segurança Pública, general Mansur, a CIF teve suas ações ampliadas.

 

A CIF conta com apoio das polícias Civil e Militar, Corpo de Bombeiros, agentes do Instituto Municipal de Mobilidade Urbana (IMMU), Vigilância Sanitária Municipal (Visa Manaus), Fundação de Vigilância em Saúde do Amazonas Dra. Rosemary Costa Pinto (FVS-RCP) e Instituto Estadual de Defesa do Consumidor (Procon-AM).

 

FOTOS: Divulgação/SSP-AM