InícioAMAZONASCom ministro da Educação, Wilson Lima lança ‘Amazonas + Alfabetizado’ e avança...

Com ministro da Educação, Wilson Lima lança ‘Amazonas + Alfabetizado’ e avança em ações para reforçar qualidade do ensino

Por meio de termos de cooperação técnica, Governo do Estado vai fortalecer o Ensino Fundamental nos 62 municípios amazonenses

Na presença do ministro da Educação, Camilo Santana, e de prefeitos e representantes dos 62 municípios do estado, o governador Wilson Lima lançou o “Amazonas + Alfabetizado”. O objetivo do programa é reforçar a qualidade do processo de alfabetização de crianças até o final do 2º ano do Ensino Fundamental, beneficiando 360 mil alunos das redes estadual e municipal do Amazonas.

A cerimônia de lançamento do “Amazonas + Alfabetizado” e adesão dos municípios ao programa foi realizada nesta terça-feira (22/08), no Centro de Convenções do Amazonas – Vasco Vasques, na zona centro-sul de Manaus. Wilson Lima explicou que o programa faz parte da Política de Alfabetização do Amazonas, que integra o Compromisso Nacional da Criança Alfabetizada (CNCA), do Governo Federal.

“A educação é uma prioridade. Se não tiver educação, a gente não consegue avançar, por exemplo, na geração de emprego; a gente não consegue avançar na oportunidade para as pessoas, principalmente para os jovens; a gente não consegue avançar no processo de justiça social. Então, a educação transforma, a educação é fundamental e decisiva para qualquer sociedade“, ressaltou o governador Wilson Lima.

O ministro da Educação, Camilo Santana, destacou que a pasta está aberta para ouvir governadores e prefeitos para definir as políticas federais de educação. “A vinda aqui é para que a gente possa estreitar cada vez mais a parceria entre a União, os governos estaduais e os municípios”, disse o ministro.

“O estado do Amazonas já tem um programa que é o ‘Amazonas +Alfabetizado’, então nós vamos complementar, apoiar, somarmos com o programa”, completou Camilo Santana. Ele frisou que 100% dos municípios amazonenses já aderiram ao Compromisso Nacional Criança Alfabetizada.

O vice-governador Tadeu de Souza; o senador Omar Aziz; o presidente da Assembleia Legislativa do Estado do Amazonas, Roberto Cidade; outros sete deputados estaduais, a secretária de Estado da Educação, Kuka Chaves; 33 prefeitos e vice-prefeitos e secretários municipais de educação estiveram presentes na cerimônia.

Na ocasião, Wilson Lima também entregou 615 exemplares de Livros Didáticos de Língua Francesa e respectivos Cadernos de Exercícios aos estudantes e professores do Ensino Médio da Escola Estadual de Tempo Integral José Carlos Mestrinho. A iniciativa visa fortalecer as escolas públicas que oferecem ensino bilíngue no estado.

Amazonas + Alfabetizado

O novo programa será implantado pelo Governo do Amazonas por meio de termos de cooperação técnica firmados com os 62 municípios do estado. Entre os compromissos firmados, estão a articulação, padronização e utilização de materiais pedagógicos e livros didáticos e a formação continuada de professores, pedagogos e diretores escolares.

Para o prefeito de Humaitá, Dedei Lobo, a assinatura do pacto Amazonas + Alfabetizado é importante para o futuro dos alunos das redes públicas de educação. “Hoje é um dia importante para que essas metas do Governo Federal, Estado e do Município possam seguir em frente e a gente possa conseguir alfabetizar as crianças“, afirmou o prefeito.

Estão previstas, ainda, a criação de “Cantinhos de Leitura” nas escolas, dedicados ao incentivo à leitura, e a implantação de um Sistema de Avaliação Anual da Alfabetização, com o intuito de melhorar a qualidade da educação e acompanhar o desempenho dos estudantes.

A meta é iniciar a avaliação dos estudantes do 2º ano do Ensino Fundamental já a partir de 2023. E também ampliar as ações avaliativas anuais para os 2º e 5º ano do Ensino Fundamental, a partir de 2024. Atualmente, há 359.312 estudantes dos anos iniciais (1º ao 5º ano) do Ensino Fundamental na rede pública do Amazonas, sendo cerca de 75 mil em escolas estaduais e os demais, em unidades municipais.

ICMS Educação

Além dos termos de adesão ao “Amazonas + Alfabetizado”, os municípios e o Estado firmaram termos sobre regime de colaboração para implantação do Sistema de Avaliação Estadual de Aprendizagem “ICMS Educação”, que prevê repasse de parcela do ICMS aos municípios que apresentarem melhorias em índices educacionais.

Será criado um Comitê Estratégico Estadual para acompanhar a implantação das iniciativas. Secretários municipais de Educação e técnicos da área participaram, após a solenidade de lançamento do programa, de formação sobre a Política de Alfabetização e sobre o ICMS Educação.

Wilson Lima disse que a iniciativa reúne Governo Federal, por meio do Ministério da Educação (MEC); Governo do Amazonas, por meio da Secretaria de Estado de Educação e Desporto Escolar; e prefeituras, por meio de suas secretarias municipais de educação.

O governador afirmou, ainda, que o compromisso firmado pelos prefeitos com o Governo do Estado no programa “Amazonas + Alfabetizado” deve elevar a qualidade do ensino, esforço que será reconhecido com repasse de recursos do ICMS. ”Isso vai ser um bônus para os prefeitos, para aqueles que conseguirem atingir essas metas, seguindo já a orientação que faz o Governo Federal com os estados brasileiros. Então essas são condicionantes importantes, entendendo que a educação é uma prioridade”, frisou.

Escola bilíngue

Durante o lançamento do programa Amazonas + Alfabetizado, Wilson Lima entregou, ainda, 615 livros didáticos de Língua Francesa e respectivos Cadernos de Exercícios aos estudantes e professores do Ensino Médio da Escola Estadual de Tempo Integral José Carlos Mestrinho, que oferta ensino bilíngue português-francês.

A iniciativa visa estruturar e fortalecer as escolas bilíngues com a aquisição de material didático para melhoria das atividades pedagógicas, relativas às aprendizagens essenciais sugeridas pela Base Nacional Comum Curricular (BNCC).

Atualmente, o Governo do Amazonas possui nove escolas com ensino bilíngue, contemplando 4 mil alunos com os seguintes idiomas: Inglês, Espanhol, Francês, Japonês e Tukano (uma escola indígena). Em 2024, a meta é implantar mais 4 escolas e chegar a 6 mil alunos atendidos.

Adesão a programas federais

Na ocasião, o governador Wilson Lima e o ministro Camilo Santana formalizaram a adesão do Governo do Estado aos seguintes programas do Governo Federal: Compromisso Nacional Criança Alfabetizada; Pacto Nacional pela Retomada de Obras da Educação Básica; e Programa Escola em Tempo Integral, que integram o novo Programa de Aceleração do Crescimento (PAC).

 

 

Fonte: Secom

Foto: Divulgação


Artigos Relacionados

LEIA MAIS