Manaus/AM – O uso de máscaras não será mais obrigatório em locais fechados em Manaus. Apesar da flexibilização, o decreto terá algumas restrições para ambientes hospitalares e transporte público.

A decisão foi anunciada nesta terça-feira (29) pelo prefeito de Manaus, David Almeida, em um vídeo publicado nas redes sociais. De acordo com ele, a capital foi a “cidade do mundo que mais sofreu com a pandemia da Covid-19”, e, por conta disso, não é possível liberar a flexibilização para todos os tipos de ambientes.

Segundo Almeida, o uso da máscara de proteção ainda será obrigatória em locais fechados como ambientes hospitalares, tanto para profissionais quanto para pacientes, transporte coletivo como ônibus, micro-ônibus, táxi e transporte compartilhado.

Conforme o prefeito, o decreto assinado com mais detalhes será publicado no Diário Oficial do Município.