Foto: Divulgação

A primeira etapa do concurso público do Tribunal de Contas do Amazonas (TCE-AM), realizada na quarta-feira (18), registrou 3.968 faltosos na disputa pelas 40 vagas na Corte de Contas. Os dados são da Fundação Getúlio Vargas (FGV) – organizadora do certame.

“Estamos fazendo história no Amazonas ao conseguir realizar um concurso público dessa envergadura mesmo em meio à pandemia da Covid-19. Não registramos nenhuma intercorrência ou problema durante a realização das provas na primeira etapa e nossa expectativa é de aplicação de provas dentro da normalidade na próxima semana. Nossos esforços são para que os aprovados sejam nomeados ainda este ano”, disse o presidente do TCE-AM, conselheiro Mario de Mello.

A primeira etapa de provas objetivas foi realizada em 13 locais de Manaus. Dados da FGV apontam que foram registrados 8.680 candidatos presentes. Deste total, 5.927 disputavam uma das vagas para o cargo de Auditor Técnico de Controle Externo na área de Auditoria Governamental e 2.753 candidatos disputaram as vagas para os cargos de Auditoria de Obras Públicas e de Tecnologia da Informação, além de vagas para o Ministério Público de Contas (MPC).

A previsão é que o gabarito da prova objetiva seja disponibilizado ainda esta semana no site da FGV, além dos locais de prova para a segunda etapa do certame – as provas discursivas.

Protocolos de segurança

O gerente executivo da área de Concurso e Exame da Ordem da FGV, Carlos Nogueira, destacou os procedimentos de segurança aplicados para evitar contágios pela Covid-19 nos locais de prova.

“Os procedimentos de prevenção à Covid foram todos seguidos com seriedade. Tivemos, logo na entrada, o uso obrigatório de álcool em gel, aferição de temperatura. Já nas salas de prova, foi designado o uso de apenas um terço da capacidade das salas, visando justamente um maior distanciamento entre os concorrentes”, disse o gerente executivo da FGV, Carlos Nogueira.

Provas discursivas

O presidente da Comissão do concurso, conselheiro Érico Desterro, salientou a importância da realização do certame e a participação dos candidatos. “Realizamos a primeira etapa com êxito e fecharemos o ciclo de provas com a aplicação das discursivas na próxima semana, com todos os protocolos de segurança e a mesma organização da primeira etapa. É um momento histórico para o TCE-AM que reconstituirá seu quadro de servidores”, afirmou o conselheiro.

A segunda etapa do concurso para a Corte de Contas, correspondente às provas discursivas, será realizada em 25 de agosto, das 8h às 11h para o cargo de Auditor Técnico de Controle Externo na área de Auditoria Governamental e das 14h às 17h para a área de Ministério Público de Contas.

Essa etapa terá questões envolvendo disciplinas ligadas diretamente ao cargo escolhido pelo candidato. Conforme o edital, só serão corrigidas as provas discursivas dos candidatos que tiverem alcançado pontuação mínima na etapa objetiva.