Em 2021, a FCecon realizou 990 mil procedimentos em serviços ambulatoriais e 29,5 mil procedimentos hospitalares

O conselho consultivo da Fundação Centro de Controle de Oncologia do Estado do Amazonas (FCecon), unidade vinculada à Secretaria de Estado de Saúde (SES-AM), aprovou, por unanimidade, o Relatório Anual de Gestão e Prestação de Contas referente ao ano de 2021 (RAG 2021), nesta segunda-feira (28/03). O relatório será encaminhado para apreciação do Tribunal de Contas do Estado (TCE-AM).

A reunião do conselho consultivo segue o regimento interno da Fundação, conforme publicação no Diário Oficial do Estado (DOE) nº 31.951 de 2010.

Participaram da reunião o diretor-presidente da FCecon, mastologista Gerson Mourão; o diretor técnico, cirurgião Marco Antônio Rocha; a diretora administrativo-financeira, enfermeira Nilda Maria da Silva; e representantes da SES-AM, da Secretaria Municipal de Saúde (Semsa Manaus), da Liga Amazonense Contra o Câncer (Lacc) e da Rede Feminina de Combate ao Câncer do Amazonas (RFCC-AM).

Atendimento – No ano de 2021, a FCecon realizou 990 mil procedimentos em serviços ambulatoriais e mais de 29,5 mil procedimentos hospitalares em Oncologia. Foram mais de 2,7 mil cirurgias de pequena, média e alta complexidade, e 86 mil consultas médicas.

A Fundação Cecon também realizou 149 mil procedimentos no tratamento ambulatorial não cirúrgico, como radioterapia, quimioterapia e hemoterapia, 76 mil procedimentos de terapia da dor e cuidados paliativos e mais de 560 mil exames de apoio ao diagnóstico.

Ações – Dentre as ações e melhorias realizadas no ano de 2021, o diretor-presidente Gerson Mourão destacou o projeto para a construção do Centro Avançado de Prevenção do Câncer do Colo do Útero do Amazonas (Cepcolu). O centro de referência ficará anexo à Fundação e realizará conizações, pequena cirurgia que trata as lesões pré-malignas no colo do útero, evitando que o câncer se desenvolva.

Algumas atividades foram redirecionadas à rede, como biópsias de mama e colo do útero, exame de histeroscopia e a retomada do Serviço de Diagnóstico de Mama (SDM), numa parceria entre o Estado e o Município.

“Tivemos grandes avanços no ano de 2021, como o projeto do Cepcolu e o redirecionamento das biópsias à rede. São duas importantes medidas para termos resolutividade quanto ao câncer do colo do útero e de mama no Amazonas”, disse Gerson Mourão.

 

 

 

Fonte: Assessoria de Imprensa da F. Cecon

Foto: Laís Pompeu