Em alusão à campanha Novembro Azul, a Associação das Defensoras e Defensores Públicos do Amazonas (Adepam) realiza, em parceria com a Defensoria Pública do Amazonas (DPE-AM), o evento “Uma Atitude Certa Decide o Jogo”, que contará com palestra do urologista especializado em câncer, Dr. André Mancini, da Fundação FCecon.

O evento acontecerá, presencialmente com vagas limitadas, no dia 26 de novembro às 10h no anexo do prédio da DPE e será transmitido ao vivo pelo YouTube da Defensoria. A ação faz parte de uma série de palestras temáticas sobre saúde e direitos, promovidas pela Adepam e DPE a fim de difundir a conscientização em torno da necessidade de prevenir doenças como o câncer, que têm como principal aliado o diagnóstico precoce, assim como os direitos dos cidadãos que buscam atendimento.

“Desde sua criação, a Adepam assumiu, em seu estatuto, a promoção de interesses sociais e coletivos, a exemplo do direito à saúde. E é exatamente pensando na saúde como direito de todos, e não somente do associado, que pensamos em propor, em parceria com a DPE, campanhas de interesse geral, a exemplo do Outubro Rosa e do Novembro Azul”, comentou o presidente da Adepam, o defensor Arlindo Gonçalves.

Segundo o defensor, a campanha Novembro Azul é uma “campanha voltada para derrubar preconceitos e convidar o homem a cuidar especialmente de sua saúde”. “A expectativa é tornar o homem protagonista de sua saúde, praticando a saúde preventiva, mas também torná-lo atento a determinados sinais importantes em seu corpo”, diz ele, que é defensor público em demandas da área de saúde.

Aspectos legais
Ele destaca ainda a existência de duas leis ainda pouco conhecidas, que podem auxiliar na busca por tratamento de câncer. A lei n˚ 13.896, de 2019, prevê que, em pessoas com hipótese de neoplasia maligna, os exames devem ser realizados no período máximo de 30 dias.

Já na lei n˚ 12.732, de 2012, está previsto que a pessoa já diagnosticada com a doença deve iniciar o tratamento em até 60 dias. “São parâmetros legais muito importantes, e sendo do conhecimento do paciente, do usuário, é um direito dele recorrer ao sistema de justiça pra que possa ter acesso”, diz ele, acrescentando que o cidadão ou cidadã que não possuir advogado pode procurar a Defensoria Pública.

Diagnóstico precoce aumenta chance de cura para 90%

De acordo com o D.r André Mancini, o foco principal de sua palestra será o câncer de próstata, o “campeão” de diagnósticos de câncer tanto no Brasil quanto nos Estados Unidos. A boa notícia é que, segundo ele, o diagnóstico precoce eleva para até 90% as chances de cura.

“O objetivo é quebrar o preconceito de grande parte dos homens em serem submetidos ao toque retal e chamar a atenção para a avaliação de sua saúde como um todo (as doenças crônicas como hipertensão arterial diabetes, níveis de colesterol), combate ao sedentarismo, abordar os malefícios do tabagismo”, explicou.

Fotos: assessoria de imprensa da DPE-AM