InícioAMAZONASDelegado da Polícia Civil, investigadores e policiais militares são presos em Manacapuru

Delegado da Polícia Civil, investigadores e policiais militares são presos em Manacapuru

Grupo é suspeito de crimes de extorsão mediante sequestro, porte de arma de fogo, associação criminosa, adulteração de veículo automotor, entre outros

Joana Queiroz
[email protected]
24/03/2024

Delegado Ericson de Souza Tavares é o titular do 6º DIP, com área de atuação na zona Norte de Manaus; ele disse que a prisão foi um equívoco, pois estava em missão em Manacapuru. (Foto: Divulgação)

Um delegado e três investigadores da Polícia Civil, cinco policiais militares e mais duas pessoas civis foram presos em flagrante, suspeitos de crimes de extorsão mediante sequestro, porte de arma de fogo, associação criminosa, adulteração de veículo automotor entre outros.

Os policiais civis foram identificados como o delegado Ericson de Souza Tavares, atualmente titular do 6º Distrito Integrado de Policia(DIP), e os investigadores Eliezio Alencar de Castro, Anderson de de Almeida Maia, e Alessandro Edwards da Cruz.

Os policiais militares presos foram identificados como o sargento Alexandro Conceição dos Santos, os cabos Elson Nascimento de Souza, Ueslei Rodrigues da Silva, Kemer Cruz Pimentel, Edvaldo Ewerton Pinto de Souza, e Germano da Luz Júnior

O bando foi preso por policiais militares do município de Manacapuru e foram levados para a delegacia do município onde foram autuados criminalmente.

O delegado Ericsson negou as acusações e garante que a sua prisão e dos demais foi um equívoco e que eles estavam em missão quando foram abordados pelos policiais militares.

“A gente estava em ocorrência aqui em Manacapuru, inclusive tem três armas apreendidas, três pistolas, só que como a gente não avisou a ninguém aqui em Manacapuru, os PMs abordaram a gente aqui. Foi isso que aconteceu, mas já está se resolvendo”, explicou o delegado via mensagem de áudio para um amigo.

Em nota emitida, na noite de sábado, as polícias Civil e Militar do Amazonas informaram que os policiais civis e militares, que já estavam sendo investigados pelo Grupo de Atuação Especial de Repressão ao Crime Organizado (Gaeco), do Ministério Público do Amazonas; promotoria de Manacapuru e pelas corporações por suspeita de crime de extorsão.

Eles foram presos em flagrante, no município de Manacapuru, após denúncia anônima. Mais informações sobre o caso serão repassadas na segunda-feira (25).

Fonte : www.acritica.com.br


Artigos Relacionados

LEIA MAIS