Segundo a polícia, Lázaro Barbosa tem o costume de mudar de endereço de dois em dois meses. O homem é acusado de ser autor do assassinato de uma família e de outros crimes.

Em entrevista ao CB Poder, parceria do Correio Braziliense e TV Brasília, o delegado Rafael Seixas, de Ceilândia, disse que a atual companheira de Lázaro era quem fazia a mudança. O comportamento se deu por ele ter vários mandados de prisão em abertos.

Ainda segundo o delegado, o homem conhece bem a região e tem o costume de passar o dia no mato. As buscas seguem em andamento.