STF condena Daniel Silveira a 8 anos e 9 meses de prisão por ataques à democracia
Pena prevê regime fechado, perda do mandato e dos direitos políticos. Deputado bolsonarista ameaçou ministros do STF e pregou fechamento do tribunal.

O deputado bolsonarista Daniel Silveira foi condenado a 8 anos e 9 meses de prisão pelo STF por fazer ataques à democracia

Dos 11 ministros, 10 votaram pela condenação e só Nunes Marques defendeu a absolvição
9 ministros votaram pela pena de 8 anos e 9 meses, definida pelo relator Alexandre de Moraes
André Mendonça, que foi ministro de Bolsonaro, votou pela condenação, mas propôs 2 anos e 4 meses de prisão e foi derrotado

A condenação de Daniel Silveira prevê regime fechado, perda do mandato e dos direitos políticos, o que torna o deputado inelegível