Uma diarista de 29 anos pulou da varanda de um prédio após ser estuprada, nesta quarta-feira (14), enquanto fazia faxina, em Teresina.

De acordo com o UOL, a vítima relatou que pulou da sacada e correu pelo térreo do prédio para pedir ajuda. Um morador do prédio vizinho acionou a PM, e o advogado Jefferson Moura Costa foi preso em flagrante. Em seguida, a mulher foi levada para o SAMVVIS (Serviço de Atendimento às Mulheres Vítimas de Violência Sexual) e os exames confirmaram a conjunção carnal.

O presidente da OAB-PI, Celso Barros Coelho Neto divulgou uma nota e anunciou a suspensão do advogado por 90 dias. “A OAB-PI repudia, veementemente, a conduta praticada pelo advogado Jefferson Moura Costa. Estou suspendendo ele por 90 dias, preventivamente, requisitando informações as autoridades policiais e judiciárias diante de várias denúncias que estamos recebendo de que há vários crimes praticados por esse advogado. Nós repudiamos qualquer tipo conduta criminosa contra o direito das mulheres, e nesses casos específicos, que são casos gravíssimos, que fazem com que haja essa suspensão preventiva pro 90 dias”.