Parece que DJ Ivis está se atualizando sobre tudo o que aconteceu desde que foi preso em julho deste ano, ao ser acusado de agredir a ex-mulher, Pâmella Holanda. O produtor musical e compositor, que foi solto na última sexta-feira, dia 22, começou a fazer uma ‘faxina’ em sua rede social. Segundo o colunista Leo Dias, do site Metrópoles, ele apagou todas as suas fotos com cantor Xand do Avião e com os artistas do escritório Vybbe.

Vale lembrar que, na época do escândalo, Ivis foi demitido do escritório. “Como todo mundo sabe, o DJ faz parte da Vybbe. Infelizmente, não tem como continuar com ele na nossa empresa. Não admito nem compactuo com nenhum tipo de violência, ainda mais com uma mulher. Nada explica, não tem explicação”, disse Xand, que é dono da empresa Vybbe.

Desde que o caso foi divulgado, DJ Ivis perdeu o contrato com a gravadora Sony e parcerias com músicos como Zé Felipe e Flay. Ele ainda teve seus hits excluídos dos aplicativos de música.

Relembre o caso

No dia 11 de julho de 2021, Pâmella Holanda, então mulher do DJ Ivis, compartilhou nas suas redes sociais uma série de vídeos que mostram o artista a atacando com tapas, socos e chutes. Logo em seguida, o produtor confessou as agressões, mas afirmava que era vítima de uma chantagem. De acordo com Pamella, os vídeos foram feitos na residência do casal, em vários datas diferentes. As agressões aconteciam na frente das pessoas e até mesmo da filha dos dois, Mel, de nove meses de idade.

Na ocasião, o cantor ainda revelou que sua equipe estava em contato com Pamella Holanda para dar o suporte necessário. “Já designei minha equipe inteira para falar com a Pamela e ajudar como precisar. Ela e a criança. Estou muito triste, pois todo mundo sabe da minha ligação com o DJ. Mas repito: nada justifica violência contra mulher”, completou.

No seu Instagram, DJ Ivis também compartilhou vídeos de Pâmella tentando agredi-lo e um boletim de ocorrência feito em março deste ano. “Não estou aqui para justificar nada. Estou aqui para mostrar que não aguento mais isso. Muitas pessoas vão me julgar, mas eu não suportava mais isso, eu recebi chantagens, ameaça de morte com a minha filha. Ninguém sabe o que é isso que eu passei”, disse o DJ.
Após a divulgação das fortes imagens, no entanto, muitos artistas se mobilizaram e demonstraram apoio a Pâmella.

Fonte: O Dia