Amazonas – Com investimentos que chegam a R$ 11 milhões, o governador do Amazonas, Wilson Lima, assinou contrato e deu ordem de serviço para obras de infraestrutura para Urucará (a 261 quilômetros de Manaus), neste sábado (04). O governador, secretários e servidores estaduais cumpriram agenda no município, levando para perto da população ações e serviços do programa Governo Presente.

Wilson Lima também anunciou a construção de um abatedouro no valor estimado de R$ 4 milhões, com obras previstas para iniciar em setembro. No total, somando uma obra em andamento, o Governo, por meio da Secretaria de Estado de Infraestrutura e da Região Metropolitana (Seinfra), está destinando R$ 16,1 milhões em obras na cidade.

Neste sábado, Wilson Lima assinou o contrato no valor de R$ 7,5 milhões para a pavimentação de 34 ruas dos bairros Castanhal, Aparecida e Vovó Dedé. Ele também deu ordem de serviço para construção da balsa e rampa do Terminal Flutuante de Passageiros, projeto orçado em R$ 3,5 milhões. O Governo do Amazonas está revitalizando o Terminal Portuário, com investimento de R$ 988 mil.

“Nós estamos na construção do porto ali na frente da cidade. Temos um problema por conta da enchente e a gente torce para que nos próximos 10, 15 dias, o rio comece a baixar para que a gente toque a parte mais importante dessa obra. Ali tem um terminal, uma rampa também que a gente está construindo. É um porto que a gente está trabalhando para que fique permanentemente em funcionamento”, afirmou o governador.

Sobre o abatedouro, Wilson Lima afirmou que o projeto está em fase de finalização.

“A gente está na cotação dos valores de alguns equipamentos e daqui a um mês, mais ou menos, o projeto licitatório vai estar rodando, para que a gente possa dar uma estrutura em que o povo de Urucará possa consumir uma carne sabendo da qualidade e da procedência”, afirmou o governador.

Governo Presente

Como parte das ações do programa, o Estado realizou mutirão de cidadania com a emissão de mil Registros Gerais (RGs), entre 1ª e 2ª vias. Com uma associação de moveleiros, o Estado assinou um termo de cessão de uma serraria portátil que será empregada na produção de carteiras, mesas e outros móveis, por meio do Programa de Regionalização de Mobiliários Escolar (Promove).

Wilson Lima anunciou a construção de um Laboratório Maker no Centro de Educação de Tempo Integral (Ceti) Pedro Falabella. O espaço garante aos estudantes acesso a novas tecnologias, como robótica e eletrônica. Em todo estado serão 100 espaços como este e até o fim de junho serão 20.

Por meio da Agência de Fomento do Estado do Amazonas (Afeam) e do Instituto de Desenvolvimento Agropecuário e Florestal Sustentável do Estado do Amazonas (Idam), Wilson Lima liberou R$ 137 mil em crédito rural por meio de seis projetos voltados para a agricultura e de sete relacionados a pesca.

Na área da Saúde, o Governo Presente ofertou consultas em oito especialidades: clínico geral, oftalmologista, pediatra, urologista, infectologista, ortopedista, cirurgião geral e psiquiatra. Por conta da Cheia deste ano, o Estado destinou 12.379 itens ao município como medicamentos, insumos, EPIs e um monitor multiparâmetro.

Além disso, a Fundação de Vigilância em Saúde Dra. Rosemary Costa Pinto (FVS-RCP) ofereceu suporte para a vacinação contra a COVID-19, Tríplice Viral e Influenza.

A dona de casa Isnã Ramos aproveitou a ação para garantir o esquema vacinal da filha Victoria Rafaella, de 3 anos.

“Acho uma ação muito boa do Governo do Estado. Como estava na época da Covid, não consegui atualizar a caderneta de vacina dela, agora ela atualizou tomando a vacina da tríplice viral e influenza. Agradeço muito o apoio e estão todos de parabéns”, disse a dona de casa.

Por meio do Fundo de Promoção Social (FPS), Wilson Lima entregou R$ 131 mil para a Associação de Agricultores Familiares e Produtores Rurais Marajazinho (Amafra). São equipamentos de informática como microcomputadores, notebook e nobreaks que irão auxiliar nas atividades da entidade.

FOTO: Tácio Melo/Secom