Foto: divulgação/ Seap

Uma estagiária de uma advogada foi flagrada com uma carta escondida na calcinha ao tentar entrar no Conjunto Penal de Serrinha, a cerca de 184 quilômetros de Salvador.

De acordo com nota divulgada pela Secretaria de Estado de Administração Penitenciária (Seap), ela e a advogada foram encaminhadas para a delegacia da cidade após funcionários terem percebido a carta “de conteúdo suspeito.”

A defensora requisitou a presença da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) no local. Após a chegada dos membros, o conteúdo da correspondência foi revelado para a direção do presídio. Porém, o mesmo não foi divulgado à reportagem.

*Com informações do Uol