Foto; Reprodução

A médica infectologista Luana Araújo criticou, nesta quarta-feira (2/6), o tratamento precoce contra a Covid-19 por meio do uso de medicamentos ineficazes, como a cloroquina e ivermectina. Segundo a profissional de saúde, o fato do Brasil ainda insistir na medida coloca o país na “vanguarda da estupidez”.

“Estamos aqui discutindo uma coisa que não tem cabimento, é como se estivéssemos discutindo, aqui, de que borda da Terra plana a gente vai pular”, disparou a médica.

Acompanhe: