Brasil – Maiára Quiderolly, ex-amante de Jô, falou em suas redes sociais, na noite desta segunda-feira (11), sobre o motivo de ter renunciado à briga contra o jogador por pensão alimentícia para o filho.

“Eu não renunciei à pensão porque estou nadando em dinheiro. Renunciei porque a briga na Justiça estava me desgastando demais. Não quero brigar porque não quero ter mais um problema que me desgasta. Eu estou correndo atrás, trabalhando para pagar as contas, mas não é assim. (…) Só tem vitória quem luta, assim estou seguindo acordando todos os dias e indo à luta do melhor para mim e pro meu filho”, começou ela.

A influenciadora disse que, no momento, está priorizando seu bem-estar. “Muita gente acha que renunciei porque não preciso! Muito pelo contrário. Só que estava sendo muito sofrimento, muita tristeza e humilhação. Tem coisas que não têm preço, ainda mais grávida que passo tudo para o meu filho. Quem dera se fosse fácil assim.”

Pouco antes, Maiára confessou ter se sentido mal após assistir ao vídeo do parto do bebê de Karoline Lima e Eder Militão. “Eu sempre assisti esse tipo de vídeo e ‘idealizei’ muita coisa! Momentos que eu sonhei e que não terei por consequência dos meus erros. Sei que existem milhares de crianças que crescem sem a presença do pai por ‘n’ motivos, mas nunca estamos preparados para passar por essa situação”, desabafou.