O ex-par de Viviane Araújo na Super Dança dos Famosos, Adeilton Ribeiro, que foi demitido do programa após a atriz supostamente ter “pedido sua cabeça” por querer ganhar na competição, desabafou sobre o afastamento após Viviane se apresentar com um novo professor no programa.

O bailarino afirma que a Globo mentiu para ele, além de acusar a emissora de tratá-lo com desprezo. Em um vídeo de 20 minutos, Adeilton disse que está em estado de “tristeza profunda”, recebendo ajuda de amigos e familiares, e que o programa que era a realização de um sonho acabou se tornando um trauma em sua vida.

Ele começou admitindo que a primeira apresentação de Viviane não foi a melhor e falou que a direção pediu para ele mudar algumas “pegadas” da coreografia após o último ensaio geral.

Ele conta que ligou para Viviane no dia seguinte da dupla passar para a repescagem, para saber se estava tudo bem, e avisou que se dedicaria para que eles melhorassem nos ensaios seguintes. No entanto, foi surpreendido com a notícia de que a atriz estava insatisfeita, o que ela teria negado para o bailarino.  “No outro dia, eu perguntei para o pessoal da Globo, e eles disseram que estava tudo bem, que estavam sabendo de tudo e que eram apenas sites de fofoca e que não precisaria ligar pra isso porque estaria tudo bem entre mim, a Globo e a Viviane”.

No dia seguinte, no entanto, ele recebeu a ligação da Globo. “Eles me ligaram e me comunicaram que eu estava sendo desligado porque a minha parceira estava insatisfeita. Aí que caiu minha ficha, porque eu coloquei várias interrogações na minha cabeça, a gente se sente culpado por várias situações que a gente não deve se culpar”.

Adeilton revelou profunda chateação com a forma que foi tratado pela emissora. “Fiquei inconformado pela forma com que eles me desligaram, acho que nenhum ser humano deve ser tratado assim. Eles me trataram com muito desprezo. Eles me ligaram e falaram que eu estava desligado. Eu liguei depois querendo marcar uma reunião para deixar as coisas mais corretas, como deveria ser com qualquer outro profissional, mas não foi”.

Ele disse que após insistir, conseguiu a reunião com três diretores do programa da Globo. “Eles falaram pra mim assim: ‘O que aconteceu foi que você desobedeceu a gente, a gente disse pra você trocar a pegada nos ensaios’. Eu disse: ‘Oi?’. Aí eu falei que já era demais, eu tava pleno, e falei que não houve em momento nenhum eles me falarem que mudei a pegada nos ensaios, todos os meus ensaios estavam acontecendo da maneira correta.

No começo, ninguém tinha pedido para mudar. Aí falei que isso não tinha acontecido em momento algum, quiseram colocar essa culpa. Não sei o que houve de conversa entre eles e a Viviane. Sei o que aconteceu comigo.”, seguiu,

Adeilton não criticou Viviane Araújo e afirmou que já fez aulas com Rodrigo Oliveira, novo professor da atriz. No entanto, ele defendeu que não fez nada errado no quadro. “Não deram chance de me justificar, isso aconteceu porque uma pegada eu não obedeci. Uma justificativa rasa, vazia para um profissional do meu porte. Eu sou realizado profissionalmente. Foi uma justificativa para tratar um profissional, isso me deixou triste. Achei que fui injustiçado por isso, achei que fui menosprezado pela forma que foi tratado comigo. E por que só foi comigo? Isso que me deixou muito triste, eu estive ali por competência”.

Por fim, ele mencionou a demissão antecipada de Faustão, pela qual a Globo também foi criticada: “Mas é empresa, empresa é isso. Olha como foi a saída do Faustão. Vocês acham que um simples bailarino eles vão querer falar alguma coisa? Eles vão invisibilizar mesmo”.