TCE


Programadores iniciantes, juniores, plenos e seniores participarão do “Amazon Code Challenge”, a maratona da ExpoAmazônia Bio&TIC 2023, que ocorrerá nesta quarta e quinta-feira, dias 29 e 30 de novembro, das 15h às 17h, no Studio 5 Shopping e Convenções, em Manaus (AM). As inscrições são gratuitas e podem ser realizadas presencialmente ou no link: forms.gle/kwWczoLvrWajuKKt9.

Os participantes da maratona terão a liberdade de utilizar as linguagens C/C++, Java ou Python para solucionar as questões. Por dia, serão três rounds de 40 minutos, com 20 vagas para cada sessão, que serão realizadas em uma sala separada, em frente ao palco principal. Glecem Gaia, representante do Instituto ELDORADO e uma das organizadoras da maratona, detalha outros pontos importantes. “Recomendamos que o participante chegue com 10 minutos de antecedência, antes da sessão em que deseja participar.

Por exemplo, se a sessão inicia às 15h, chegue por volta das 14h50 para garantir o seu lugar, pois temos limite de 20 pessoas. Caso a sessão lote, o participante terá de esperar a sessão seguinte para participar, no caso às 16h ou 17h. Além disso, também estaremos realizando inscrições no horário da sessão”, explica.

Ainda segundo Gaia, “os vencedores serão aqueles que resolverem mais questões em menos tempo e o ranking Top 10 do dia será atualizado a cada término de sessão. No final do último round, os três primeiros colocados, o destaque feminino e o destaque Júnior serão premiados”, explica. A maratona não permite utilização de celular ou outro aparelho com acesso à internet, porém materiais impressos para consulta estão liberados. Para aumentar as chances, o programador também pode competir em mais de uma sessão, caso tenha vaga disponível.

O “Amazon Code Challenge” é realizado pelo Polo Digital de Manaus, em parceria com o Instituto ELDORADO, Instituto INDT e Instituto FPF Tech. Mais informações são encontradas no Instagram: @amazoncodechallenge.oficial. Sobre A ExpoAmazônia Bio&TIC 2023 é uma realização da Associação do Polo Digital de Manaus (APDM), Instituto de Conservação e Desenvolvimento Sustentável da Amazônia (Idesam), Governo do Amazonas – por meio da Secretaria de Desenvolvimento, Ciência, Tecnologia e Inovação (Sedecti-AM) -, Prefeitura de Manaus – por meio da Secretaria Municipal do Trabalho, Empreendedorismo e Inovação (Semtepi) e Centro de Bionegócios da Amazônia (CBA).

Além de discutir, integrar, consolidar e alavancar os polos de Bioeconomia e de Tecnologia da Informação e Comunicação da região como dois vetores econômicos viáveis e sustentáveis para a manutenção da floresta amazônica e para o desenvolvimento socioeconômico dos povos da Amazônia, a feira visa fortalecer os ecossistemas de Bio&TIC e integrá-los constantemente com os atores dos ecossistemas nacionais e internacionais de inovação.