Reprodução: Facebook

O ex-detento que ficou conhecido por postar foto comendo jaca, durante fuga do Instituto Penal Antônio Trindade (Ipat), em 2017, Brayan Bremer Quintelo Mota, 24, foi assassinado neste domingo (4), em Manaus, no conjunto Boas Novas, no Cidade Nova, zona Norte. Fazia poucos dias que o rapaz havia deixado a cadeia. A vítima foi atingida com aproximadamente 14 tiros.

Bryan estava em uma motocicleta, quando foi abordado por criminosos em via pública, que abriram fogo. A vítima chegou a ser socorrida e levada para o Serviço de Pronto Atendimento (SPA) Danilo Corrêa, mas não resistiu e morreu. A motivação do caso ainda é desconhecida, mas o crime será investigado pela Delegacia de Homicídios (DEHS).

O meme de Brayan Bremer foi sucesso na internet, após uma fuga em massa que ocorreu no Ipat, no dia 1º de janeiro de 2017. Brayan postou em seu perfil no Facebook, uma foto com os outros fugitivos, comendo jaca, em uma área de mata, próximo ao presídio. Além disso, continuou fazendo outras postagens, inclusive falando que iria viajar para Maués e mudar de vida.

No entanto, o próprio Brayan se entregou novamente para a polícia, em março daquele mesmo ano, e voltou a cumprir a pena que estava preso, por tráfico de drogas. Informações extraoficiais dão conta de que o rapaz havia saído do presídio há aproximadamente uma semana.