TCE


Técnicos apresentaram propostas relacionadas aos povos indígenas

A Fundação Estadual do Índio (FEI) participou de reunião do Núcleo de Desenvolvimento e Integração da Faixa de Fronteira do Estado do Amazonas (Niffam), nesta terça-feira (30/05), no auditório Senador João Bosco, na Assembleia Legislativa do Amazonas (ALEAM), localizada na Avenida Mário Ypiranga, 3950, bairro Flores.


O objetivo da reunião foi retomar as articulações com os órgãos do Estado para propor medidas e ações efetivas prioritárias para o desenvolvimento e integração da fronteira interestadual.

A reunião contou com a participação dos técnicos da Fundação, com a presença do chefe de departamento técnico, Walmir Parintintin, do gerente de recursos humanos, Jeorge Ferreira e da assistente administrativa, Savanna Finger, que incluiu uma proposta de criação de um núcleo de representação para atendimento de povos indígenas em cada um dos 19 municípios da faixa de fronteira no Plano Plurianual dos próximos 4 anos.

“Queremos usar desta proposta como meio para alcançar os municípios que possuem indígenas e que ainda não possuem contato com a FEI. Atualmente, nós não temos o controle dos indígenas que ficam na faixa de fronteira do País para que possamos dar andamento em nosso trabalho e fortalecer as políticas públicas indigenistas de cada região”, pontuou o chefe de departamento técnico, Walmir Parintintin.

O gerente de recursos humanos da Fundação, Jeorge Ferreira, entende que a presença da FEI nestes municípios pode facilitar a comunicação entre os indígenas distantes da capital que precisam do atendimento e de ações do Estado.

“Caso esta proposta seja aprovada pelos deputados, o Plano Plurianual dos próximos 4 anos estará pronto, com isto, o grande objetivo é que os indígenas não fiquem sem a atuação do Estado na faixa de fronteira”, afirmou Ferreira.

O diretor-presidente, Sinésio Trovão, ressalta a importância da participação de servidores da FEI em reuniões que discutam políticas públicas para os povos indígenas que vivem na Faixa de Fronteira do Estado.

“Precisamos dos nossos servidores integrados às discussões do Governo do Estado que afetam diretamente nossas comunidades indígenas, principalmente nas regiões de mais difícil acesso”, reiterou Trovão.

“Nós vamos articular e implementar propostas de desenvolvimento e integração da faixa de fronteira para esses municípios, pois entendemos que as participações integradas de diversas secretarias e esferas contribui para o etnodesenvolvimento dos povos originários”, disse Savana Fringer.

 Niffam

O Núcleo de Desenvolvimento e Integração da Faixa de Fronteira do Estado do Amazonas (Niffam) foi instituído pelo Decreto n° 44.473, de 30 de agosto de 2021. Ele está integrado à estrutura organizacional da Sedecti.

O Niffam é o órgão estatal destinado a assessorar a atuação do Governo do Amazonas na sua faixa de Fronteira, articulando e mobilizando atores e instituições, propondo medidas e ações efetivas prioritárias ao desenvolvimento e integração da Faixa de Fronteira no estado. O órgão é composto por um colegiado que prevê mudanças na atuação e composição do Núcleo.

FOTOS: Divulgação /FEI