O Empreendedor e agente social Nelson Ruiz Silva Junior, o Nelsinho,  nascido e criado no bairro alvorada, zona centro oeste de Manaus, é considerado um representante da comunidade alvoradense. Sempre envolvido nas causas sociais do bairro, Nelsinho , além de estar envolvido com a juventude, é um daqueles moradores que está sempre disposto a mobilizar para ajudar vizinhos e amigos.

Mas aos 33 anos, Nelsinho foi pego de surpresa. Após um dia de treino na academia, sentiu fortes dores nos quadris. Uma investigação aprofundada apontou para uma grave doença degenerativa, repentina.. OSTENEOCROSE na cabeça dos dois FEMUR.

No lado esquerdo o comprometimento é de 50% e do lado direito é 20%. Não há recuperação do tecido atingido. Os procedimentos tem como objetivo interromper a necrose e dar qualidade de vida ao paciente, com a colocação de PROTESE na parte mais afetada e um tratamento a base MEDULA OSSEA( do próprio paciente ) no lado menos afetado, afim de provocar uma reação do organismo naquele local.

Nelsinho está sendo mantido a base de poderoso analgésicos, sendo que ja chegou ao mais forte deles, a MORFINA, que ja começa a não fazer efeito.

A família  e amigos se organizaram para tentar angariar recursos para o pagamento do tratamento de forma particular, já que pelo sistema a solução não tem prazo de validade para ocorrer.

A primeira dessas ações é uma grande feijoada (ver figura) , a ser realizada no próximo domingo, no empreendimento de Nelsinho, a Nova Esquina Chopperia, na rua 01 do Alvorada 02, por tras do PRO-MENOR DOM BOSCO.

Informações  –  98196 7394

pagamento pix – 99162-7584

 

 

Saiba mais sobre a doença
A Osteonecrose é a morte de um segmento de osso causada pela perda de suprimento de sangue. A osteonecrose pode ser causada por uma lesão ou pode ocorrer espontaneamente. Os sintomas típicos incluem dor, limitação do movimento da articulação afetada e, quando a perna é afetada, claudicação.

Morte do tecido ósseo devido a uma falta de irrigação sanguínea. A osteonecrose é associada ao uso de esteroides em longo prazo e ao consumo excessivo de álcool. É mais comum em pessoas entre 30 e 60 anos e costuma afetar o quadril.

Os estágios iniciais podem não apresentar sintomas. Eventualmente, a articulação afetada pode doer quando a pessoa carrega peso ou quando está deitada.

O tratamento inclui fisioterapia, cirurgia e medicamentos.

 

INFORMAÇÕES E VENDAS : (92) 98196-7394