InícioAMAZONASFestival de Parintins 2024: Boi Caprichoso cria diretoria de sustentabilidade e meio...

Festival de Parintins 2024: Boi Caprichoso cria diretoria de sustentabilidade e meio ambiente

Agremiação se destaca com a criação de uma diretoria específica para a área

A sustentabilidade e preocupação com o meio ambiente, no contexto do Festival de Parintins, tem sido um dos pilares da atual gestão do Governo do Amazonas para a realização da festa. Entre as iniciativas do Estado, estão a instalação de ecopontos na cidade para estimular a reciclagem, entrega de sacolas dentro do Bumbódromo para realização de coleta de resíduos e distribuição de copos de água biodegradáveis. Como parte integrante do festival, o Boi-bumbá Caprichoso criou uma diretoria específica voltada para ações ambientais.

”O ‘Recicla, Galera’ vem ser esse braço de Sustentabilidade do Festival de Parintins e é muito bacana juntar forças às ações já desenvolvidas pelos próprios bumbás. Cantamos e mostramos a Amazônia para o mundo, então nada mais justo que fazermos isso na prática da realização da nossa festa também”, disse o secretário de Estado do Meio Ambiente, Eduardo Taveira.

A diretoria de meio ambiente do Caprichoso é coordenada pelo diretor de Sustentabilidade e Meio Ambiente, Affonso Rodrigues, membro do Boi Caprichoso há 40 anos. De acordo com ele, um dos objetivos do novo setor é estimular ações sustentáveis dentro da agremiação, unindo a cultura com a política ambiental.

“O Caprichoso é pioneiro, sai na frente com vários projetos em execução, algum deles ainda são de curto prazo, outros a médio prazo e outros, para o futuro. Os nossos problemas são únicos e a gente tem que procurar resolver da melhor forma possível. E uma delas é a destinação correta do resíduo sólido”, disse Afonso.

Este é o primeiro ano de atuação da diretoria no festival. E a expectativa é de que Boi Azulado implemente diversas políticas ambientais dentro dos galpões, onde são produzidos boa parte dos resíduos. Este ano, a agremiação fortaleceu diversas parcerias.

Os ferros utilizados na confecção das alegorias já têm destino certo, através de uma empresa especializada na prensagem do resíduo, que em seguida é encaminhado para Manaus. A iniciativa visa minimizar o volume de lixo nos aterros em Parintins.

A longo prazo, o objetivo do Boi Caprichoso é se transformar em um modelo de gestão ambiental, promovendo a conscientização ambiental em todo o Festival de Parintins.

“A nossa diretoria pretende trabalhar doze meses por ano, porque o meio ambiente não tem prazo de validade, não tem fronteiras e a gente precisa avançar nesse quesito e para isso ir para escolas, fazer palestras, fazer oficinas de reciclagem e reaproveitamento de material”, completou Afonso.

Coleta seletiva inédita

Outra iniciativa é uma parceria com a Associação de Catadores de Parintins (Ascalpin), onde o boi destina boa parte de resíduos, evitando que sejam depositados nos lixões de cidade.

A ação mais recente ocorreu no dia 22 de junho (sábado), de forma inédita, quando foi realizado o evento Boi de Rua. Os resíduos, como latas e garrafas, foram coletados por uma equipe de 50 pessoas do Boi e entregues à associação, que fez a destinação correta do lixo e fez o processo de reciclagem.

 

Fonte: Secom

Foto: Divulgação



Artigos Relacionados

LEIA MAIS