MANAUS (AM) – Lucas Alves Pinheiros, de 28 anos, foi preso na manhã da última segunda-feira (21), apontado como um dos autores da morte de Alexandro Freitas de Souza, no dia 25 de dezembro de 2021, no bairro Grande Vitória, zona Leste de Manaus.

De acordo com a delegada Débora Barreiros, a motivação do crime teria sido uma garrafa de vinho.

Era manhã de Natal, quando Lucas e outros dois homens que estavam alcoolizados, avistaram a vítima que estava com a garrafa de vinho nas mãos. Eles pediram para que Alexandro desse o vinho, mas a vítima acabou negando o pedido e foi brutalmente agredido pelos criminosos.

Alexandro conseguiu escapar das agressões e correu em direção a sua casa. O assassinos foram até a residência de Freitas, arrombaram a porta e continuaram com as agressões. Foi quando um deles acabou matando o homem com um golpe de uma barra de ferro na cabeça.

Ainda segundo a delegada, Lucas é foragido do Complexo Penitenciário Anísio Jobim (Compaj) desde 2017, época da chacina. O segundo acusado no envolvimento na morte do homem foi preso ano passado e o terceiro segue sendo procurado pela polícia.