Lançado há dois anos e atualmente reúne 4,7 mil serviços do governo federal, o gov.br está mais próximo do cidadão. As mudanças já são perceptíveis para os 112 milhões de usuários da plataforma. O acesso aos serviços foi facilitado, em destaque no topo da página inicial, para que o cidadão encontre o que precisa sem perder tempo. E as mudanças estão apenas começando.

O conteúdo está cada vez mais personalizado. Ou seja, o gov.br apresenta sugestões conforme o perfil de cada cidadão. Isso é possível com base no histórico de navegação do usuário na plataforma, em observância à Lei Geral de Proteção de Dados Pessoais (LGPD).

gov.br soma mais de 3,3 mil serviços digitalizados – 71% do total existente. Até o final do próximo ano, a meta definida na Estratégia de Governo Digital é atingir os 100%.

“Hoje, com apenas um clique, os brasileiros têm acesso a serviços e informações essenciais para o exercício da cidadania. O resultado: um governo único para o cidadão”, reforça o secretário de Governo Digital, Luis Felipe Monteiro.

A pergunta é: de que forma você e tantos outros milhões de usuários podem dispor de um conteúdo personalizado em uma mesma plataforma? A resposta é a inteligência artificial. Quando você acessa o gov.br , procura informações e serviços de acordo o seu perfil de navegação de usuário. É nesse momento que entra em cena a inteligência artificial. A plataforma apresenta recomendações de serviços com probabilidade de maior interesse para pessoas como você.

Avanços acelerados como uma startup   

gov.br é umas das iniciativas aceleradas pelo programa Startup gov.br e desenvolvida em parceria com o Serpro. Para tornar ainda mais efetiva a transformação digital do governo brasileiro, a Secretaria de Governo Digital lançou o Startup gov.br em março deste ano.     

Os esforços estão focados em projetos digitais de forte impacto no poder público, aplicando metodologias ágeis de trabalho, com equipes multidisciplinares, entregas mensuráveis e prazos definidos. Há equipes atuando nas mais diversas frentes no Startup gov.br , como regularização fundiária, transportes, assistência social e educação, com especialistas em tecnologia, ciência de dados e experiência do usuário, entre outros.

“Queremos aprimorar a experiência dos cidadãos que acessam serviços em canais digitais do governo por meio da simplificação e personalização de conteúdo”, ressalta a diretora Emmanuelle Oliveira, responsável pelas mudanças na plataforma do governo. “O gov.br tem o objetivo de aproximar o cidadão do governo, colocando-o no centro e construindo um relacionamento baseado na confiança e no empoderamento do usuário de serviços públicos”.

Divulgação: Coordenação Geral de Relacionamento/ SECOM