Mais de R$ 67 milhões em investimentos serão repassados pelo Governo do Amazonas para ajuda humanitária para afetados pela cheia dos rios no interior do Amazonas este ano. Dos 19 municípios alvos da operação, seis já estão em estado de calamidade: Guajará, Ipixuna, Eirunepé, Envira, Boxa do Acre e Pauini.

Mais de 58 mil famílias já sofrem com as inundações e o governador Wilson Lima, junto a autoridades da Defesa Civil, esclareceram as motivações do desastre natural.

As ações serão na ajuda humanitária, convênios, abrigos, aquisição na produção, anistia, entre outros.

Uma das ajudas humanitária engloba a doação de cestas básicas, kits de higiene e dormitório, sendo este último, um colchão com travesseiro, ou rede.

O governador Wilson Lima destacou que apesar dos problemas com a enchente, os prefeitos devem continuar com a vacinação contra a Covid.

Saiba como as secretarias estão se unindo e oferecendo ajuda.

Afeam
Vai oferecer Crédito emergencial de 2 mil reais, com até 180 para pagar. Também haverá renegociação de dívidas.

Cosama
Ajuda no fornecimento de água para interior, com o projeto Água Boa. Também estão de olho nas tubulações, para que não estourem e contaminem as águas. Suspensão de tarifas em algumas cidades.

Seduc
Oferece abrigo para quem perdeu casas e oferecendo o Merenda em Casa.

Fundo de Promoção Social – FPS
Entrega de ajuda humanitária

Ipem
Utilização da Unidade Básica Fluvial de pesquisa; participará de orientação a empresas e clientes sobre a enchente.

Casa Militar
Trabalhará na ajuda na questão aérea.

SSP-AM
Apoio nas atividades na defesa civil, como ajuda da Polícia Militar para transporte de ajuda humanitária na região metropolitana, helicóptero para ajuda aérea e segurança das vacinas.

SEAS
Apoio técnico de orientação não apenas nas enchentes durante todo o ano, e extensão do cartão do auxílio estadual para mais meses e mais famílias.

Sejusc
Emissão de documentos, principalmente para pessoas que perderam tudo, com o objetivo para beneficiários de programas municipais, estaduais e federais.

SES-AM
Entrega de medicamentos, vacinas, testes de Covid e Dengue. Atendimento primário itinerante dos municípios.

Sepror
Já estudo com agricultores afetados, entrega de 42 toneladas de sementes, doação de cestas básicas, ração, insumos, aquisição de pescado, para ajudar na economia e fazer doação de pescado a quem precisa.