Membros do Grupo atuam na disseminação de informações e facilitação da comunicação entre governo e a população

Com intuito de difundir informações e facilitar a comunicação entre o Governo do Estado e a população, a subcoordenadoria social da Unidade Gestora de Projetos Especiais (UGPE) realizou uma reunião com os integrantes do Grupo de Apoio Local (GAL) da área da avenida Manaus 2000, na quarta-feira (1º/09), em uma igreja no bairro Distrito Industrial I.

As reuniões com o GAL têm o objetivo de garantir transparência, repassar informações sobre as etapas do Programa Social e Ambiental de Manaus e Interior (Prosamin+) e fomentar que os integrantes do grupo sejam multiplicadores de informações para outros moradores da área.

Durante a reunião, o grupo formado por líderes comunitários e representantes da comunidade, tiveram espaço para tirar dúvidas, saber as definições e diretrizes sobre a participação do GAL e demais informações do Prosamin+.

Participação comunitária – O Prosamin+ tem como um dos seus pilares o diálogo e a construção dos seus projetos junto à comunidade. Os membros do GAL prezam pelo interesse coletivo e atuam na disseminação de informações sobre o programa na comunidade.

As reuniões com o GAL são rotineiras, e o social da UGPE atua de forma ativa com os moradores desde o início dos cadastros na área.

Consultas Públicas – Uma das últimas ações realizadas pela UGPE, órgão responsável pela gestão, planejamento e execução do Prosamin+, foram as Consultas Públicas do Prosamin+, realizadas no mês de julho e agosto. As consultas oportunizaram o diálogo entre o Estado e a sociedade, fomentando a participação popular e ampliando a discussão sobre o Prosamin+.

A subcoordenadora do social da UGPE, Viviane Dutra, afirma que as reuniões com o GAL na área da Manaus 2000 cumprem uma das etapas do programa e que as formações dos grupos de apoio local irão ser repetidas em outras frentes da intervenção.

“Essa reunião com o GAL da Manaus 2000 foi a primeira na área e gerou muita expectativa da população, o que acabou trazendo um número muito grande de pessoas e uma aglomeração. Diante disto, expomos rapidamente as informações do GAL, reunimos mais pessoas interessadas em participar do grupo e respondemos às dúvidas principais da comunidade”, afirmou Viviane.

FOTOS: Tiago Corrêa/UGPE