Um homem doou parte do seu fígado para salvar um ex-colega de faculdade que ele não via há 21 anos.

Steven Robinson, de 57 anos, é de Nova Jersey, EUA, e estava em uma viagem em família para Detroit. Foi quando ele descobriu que seu velho amigo, Richard Koonce, morava nas proximidades.

Koonce, de 62 anos, convidou Robinson e sua família para visitar-los. Robinson estranhou a perda de peso de Koonce. Foi aí que ele soube da doença do amigo. Tempos depois, eles descobriram que eram compatíveis e isso possibilitou a cirurgia, que foi um sucesso.

“Acho que foi uma coisa espiritual”, disse ele. “Eu sempre tive amor pelo irmão. E eu podia ver que algo estava errado. Eu podia ver em seus olhos”.

Doença Hepática

Durante o reencontro, Robinson soube que Koonce lutava desde 2019 contra uma doença hepática rara chamada colangite esclerosante primária, ou PSC.

Ele havia tentado várias opções de tratamento com pouco sucesso e estava procurando um doador vivo para um transplante de fígado.

Robinson não hesitou. Ele se ofereceu para doar um pedaço de seu fígado para salvar o amigo já que tem o mesmo tipo sanguíneo.

Deu tudo certo!

A operação que salvou o amigo doente foi realizada no Dia dos Namorados, 14 de fevereiro, em um hospital de Cleveland.

Robinson ficará em recuperação durante seis a oito semanas. Para Koonce, levará cerca de seis meses.

“Sou muito grato pelo dom da vida que Deus ofereceu através do meu amigo Steve Robinson, que decidiu quase no minuto em que soube da minha doença a intensificar e fazer o que pudesse para me ajudar”, agradeceu Koonce.

Veja alegria deles na foto abaixo!

Com informações do Sunnyskyz