InícioVARIEDADESHomem é flagrado com 18 cartões do Bolsa Família e mais de...

Homem é flagrado com 18 cartões do Bolsa Família e mais de R$ 8.700

Homem é flagrado com 18 cartões do Bolsa Família e mais de R$ 8.700 em dinheiro. Um homem de 36 anos foi preso em flagrante pelo Batalhão de Força Tática, no Centro de Macapá, enquanto fazia saques em um caixa eletrônico.

Com o rapaz foi encontrado R$ 8,7 mil em notas, além de 18 cartões do programa Bolsa Família, do Governo Federal.

De acordo com informações da polícia, os cartões eram de outras pessoas. A equipe chegou até a agência depois que clientes do banco suspeitaram do homem. Ele estava há cerca de 30 minutos fazendo transações em um caixa eletrônico.

Ele não tem antecedentes criminais e foi encaminhado preso em flagrante ao Centro Integrado de Operações em Segurança Pública (Ciosp) do bairro Pacoval, na Zona Norte.

Quadrilha de fraude de benefícios

O homem prestou depoimento a delegacia. Segundo a Polícia Militar (PM), o caso parece se tratar de uma quadrilha de fraude de benefícios. Portanto, a situação será investigada pela Polícia Civil.

Combate a fraudes no Bolsa Família e INSS

Com o esforço de equilibrar as contas do país, o Governo Federal conseguiu reduzir gastos ao combater fraudes e irregularidades no Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) e no Bolsa Família, além de cortar vários cargos comissionados.

Em 300 dias, o governo trabalhou para aumentar a eficiência pública, combater a corrupção e colocar fim a privilégios e desperdícios.

Combate a irregularidades e resultados

Outra ação para cortar gastos com fraudes ocorreu no programa Bolsa Família. Portanto, o governo acabou com benefícios que eram destinados a pessoas que não existem ou que não atendem os critérios exigidos. A economia foi de R$ 2,25 bilhões.

O resultado foi a concessão de mais benefícios para aqueles que realmente precisam. Também foi anunciado o pagamento do décimo terceiro (13º) salário do programa, em 2019.

Sendo assim, o recurso extra vai injetar R$ 2,58 bilhões na economia e atender as 13,5 milhões de famílias que estão no programa atualmente.

Por; N1Bahia



Artigos Relacionados

LEIA MAIS